Destinos do Brasil

Descubra mais de 550 destinos pelo Brasil

13 de Dezembro de 2016

48 horas em Cabo Frio (RJ)

Por Martina Puciarelli

48 horas em Cabo Frio (RJ)
No coração da Região dos Lagos, Cabo Frio atrai turistas do Brasil todo há décadas. Conhecida como “praia dos mineiros”, hoje recebe pessoas de várias partes do mundo que vêm descobrir esta cidade com praias de areias brancas e um mar de águas cristalinas. Impossível não se encantar por este lugar.

E quem vai à Cabo Frio com frequência, percebe que sempre tem algo novo a experimentar, que vai muito além do circuito Praia do Forte e Rua dos Biquínis.

Sexta à noite
Descubra o bairro mais aconchegante da cidade -  a Passagem. Vale a pena até mesmo se hospedar na charmosa área. De arquitetura colonial e ruas encantadoras, a Passagem abriga barzinhos que oferecem desde uma simples cerveja de garrafa ao que há de mais requintado na gastronomia de Cabo Frio.

Uma boa pedida é o Tapera Bistrô, bar que normalmente tem música ao vivo. As mesas na calçada garantem um ar ainda mais bucólico ao lugar.

Caso seja fã de um rock, a dica é o Cabo Frio Motoclube, um bar mais despojado no bairro Braga, criado por motociclistas da cidade. Sempre rola música boa e a dupla “petiscos e chopp” é imbatível! 

Cabo Frio Motoclube
Av. Vereador Antônio dos Santos, 1245 - Braga

Sábado
Manhã/tarde
Pela manhã, pegue um barquinho na Passagem. Ele te levará a um verdadeiro paraíso, a Ilha do Japonês. A ilha fica na entrada do Canal que alimenta a Lagoa de Araruama. Águas são calmas e transparentes, ideal para as práticas de caiaque ou stand up paddle. 

Ao atravessar, há duas opções: ficar na ilha ou em um dos quiosques da praia em frente. Os quiosques oferecem mesas com sombra de barracas feitas de palha. Sempre tem um bom atendimento e, o principal: não saia de lá sem provar o famoso Quibe de Peixe, especialidade do local.

Na ilha não tem quiosques ou comércio. O legal é descer do barquinho na praia, deixar as coisas no quiosque e atravessar a pé para a ilha, pela água mesmo, devido à maré baixa. Pela manhã você vai ver várias pessoas fazendo isso. Dê uma volta na ilha e tire muitas fotos, o lugar é único.

Retorne para cidade por volta das 16h para apreciar o pôr do sol mais bonito da região. Praia do Siqueira, este é o lugar! No quiosque do Tio Brico, o cair da tarde é acompanhado por um ótimo camarão ou peixe frito. Com o sol se debruçando na lagoa e os barquinhos saindo para pescar, você terá um final de tarde espetacular.

Quiosque do Tio Brico
Rua Luiz Feliciano Cardoso, altura do número 50 - Praia do Siqueira

Noite
Caso queira curtir um agito, o Queens Lounge Bar, no Canal, é uma boa opção. Decoração sofisticada e, a cada sábado, uma banda diferente. Conta também com Dj’s que animam nos intervalos. A cebola empanada é muito bem servida e deliciosa e o chopp está sempre gelado.

Se quiser algo mais descolado, siga para o “Baixo Palmeiras”, onde fica o Bar do Horto. Inicialmente criado para ser um lugar para venda de plantas, o local se tornou point quando o dono resolveu transformar a área em um espaço para as pessoas ouvirem músicas de artistas locais e conversar. 

Mas chegue cedo, por volta das 22h. Fica cheio e há número limitado de mesas. Quando todas ficam ocupadas, ninguém mais entra. Vale muito a pena pela qualidade do som. Já a comida não é lá essas coisas. A dica é comer um pastel ou outra coisa em um dos restaurantes nos arredores do bar.

Bar do Horto
Rua Porto Alegre, 100 – Palmeiras  
Telefone: (22) 99941-5195

Domingo
Faça uma caminhada na orla da Praia Forte. Caso queira tomar sol, fique por ali mesmo ou atravesse a ponte da cidade para conhecer a praia das Conchas. Lá, a dica é apreciar a linda vista descortinada no alto morro, que fica no canto direito da praia. Mas volte a tempo para almoçar no Appetito Bistrô, restaurante de alta gastronomia. 

Localizado no bairro de São Cristóvão, funciona na garagem da casa do chef, que apostou em um empreendimento inovador e que deu muito certo. Aconchegante e com um cardápio voltado para os frutos do mar, tem atendimento diferenciado e pratos bem servidos.

Após o almoço, caso seja o último final de semana do mês, vá até a Praça São Benedito, na Passagem, onde acontece o Santo Samba. O evento de samba de raiz é ao ar livre e gratuito. Começa por volta das 16h e segue noite adentro. 

Para quem vai embora em direção ao Rio, uma boa pedida é retornar pela estrada conhecida como Serrinha. Nela, há diversos vendedores de frutas exóticas e de artesanato local. Reserve um lugarzinho na mala e boa viagem!

Appetito Bistrô
Fagundes Varela, 38 - São Cristóvão
Telefone: (22) 2644-7068

Fotos
Leilane Almeida (Ilha do Japonês)
Arquivo Secretrauia de Turismo de Cabo Frio (Forte e Praia das Conchas)
Michelle Carvalho (Passagem - Igreja de São Benedito)
Ana Claudia Cardoso (Passagem - casario)

Veja também: Descobrindo Cabo Frio

Martina Puciarelli

Engenheira Industrial Têxtil, trabalha no SENAI CETIQT, no Rio de Janeiro. Cabofriense de nascença e viajante de carteirinha, não perde uma oportunidade de voltar à terra natal e curtir os dias de sol à beira mar com os amigos que ainda estão por lá

Deixe o seu comentário: