Por Editoria Férias Brasil

Criado em 1973, o Parque Estadual do Ibitipoca ocupa uma área de 1.488 hectares repleta de grutas, trilhas, picos, cachoeiras, belíssima vegetação e riachos cujos tons variam do mel ao vermelho graças ao quartzito concentrado nas rochas. Caminhar é o grande programa na reserva, onde a prática de esportes radicais é proibida. É andando que se descobre os mais belos recantos desse pedaço encantado da Serra da Mantiqueira.

Há trilhas para visitantes de todos os estilos. O primeiro passo, porém, é seguir ao Centro de Apoio ao Turista - dentro do parque -, onde há mapas que apresentam os três principais circuitos, todos bem sinalizados. 

O mais puxado é o que leva à Janela do Céu (Circuito 1), uma corredeira que segue por um cânion e acaba em uma cachoeira de 20 metros. O percurso exige cerca de sete horas de caminhada (16 km ida e volta) e trechos íngremes. O esforço, porém, compensa. Além da belíssima queda d'água, o caminho é repleto de grutas (da Cruz, dos Fugitivos, dos Três Arcos e dos Moreiras), mirantes naturais (Lombada e Cruzeiro) e a Cachoeirinha, uma cascata com direito a arco-íris. Não deixe de levar água, lanche, lanterna, protetor solar, boné, capa de chuva e agasalho.

Para quem tem pouco tempo, uma dica é o Circuito das Águas (Circuito 2). É o roteiro mais curto do parque, mas também o mais bonito. No percurso de 5km (cerca de cinco horas ida e volta) surgem atrativos naturais de tirar o fôlego: Gruta dos Coelhos, Prainha, Paredão, Ponte de Pedra, Cachoeira dos Macacos, Lago das Miragens e vários mirantes. Já o Pico do Peão (Circuito 3) tem 11km (ida e volta), levando às grutas do Monjolinho, Pião e Viajantes, além do Pico do Pião e das Ruínas da Capela.

Além das trilhas bem sinalizadas, o Parque do Ibitipoca oferece lanchonete, restaurante, vestiário, estacionamento e camping. A visitação diária é limitada em 1.200 pessoas por dia. Uma dica é contratar um condutor ambiental credenciado, que incrementa o passeio com informações sobre flora, fauna, histórias e lendas.

Atenção: O parque não abre às segundas-feiras (exceto se for feriado ou férias escolares).

Cachoeiras

#1 de 3 Atrações do Parque em Ibitipoca ( 8 fotos )

Dezenas de quedas d'água são observadas no parque. Boa parte termina sempre em piscinas naturais ótimas para um mergulho. Algumas ficam próximas da portaria, como Prainha, Lago dos Espelhos e dos Macacos. Já as belíssimas Cachoeirinha e Janela do Céu exigem uma boa caminhada. A primeira tem 35 metros de queda e desemboca em... leia mais

Cachoeiras
Ponte de Pedra: um dos belos mirantes do parque Foto: Leonardo Costa

Grutas e cavernas

#2 de 3 Atrações do Parque em Ibitipoca ( 4 fotos )

São mais de 50 espalhadas pelo parque. Não deixe de visitar a das Bromélias, que entrou para o Livro dos Recordes por ser a segunda maior caverna de quartzito do mundo, com mais de três mil metros de galerias e túneis abertos à visitação. Também podem ser visitadas as grutas dos Três Arcos, dos... leia mais

Grutas e cavernas
Gruta dos Viajantes: sempre tem uma gruta em meio às trilhas! Foto: Leonardo Costa

Picos

#3 de 3 Atrações do Parque em Ibitipoca ( 1 dica , 5 fotos )

Os picos do Pião (1.722 metros) e da Lombada (1.784 metros) são os pontos culminantes do parque e descortinam vista panorâmica dos vales tomados por rios e cachoeiras. A Lombada, a quatro quilômetros da portaria, oferece ainda um bonito pôr do sol - mas não se esqueça de que o parque fecha às 18h! leia mais

Picos
Pico do Pião é um dos pontos mais altos do parque Foto: Leonardo Costa

Mais atrações e informações de Ibitipoca

Planeje sua ida