Dicas de Jericoacoara

Enviadas por quem já esteve lá | Já esteve lá? Envie suas dicas


Todas as categorias


Jericoacoara - Jeri e seus encantos...
Ilka Oliveira
por Ilka Oliveira
Esteve lá a dois em 2014 e achou Excelente!
A Lagoa do Paraíso!
A Lagoa do Paraíso!
Enviada por Ilka Oliveira
Eu já tinha lido muito sobre esse lugar mágico, mas só indo lá pessoalmente para entender e ver os encantos de Jeri.

Vou tentar dar dicas bem esclarecedoras e sinceras.

Como fazer para chegar nesse paraíso?

As principais opções são: pegar um ônibus que sai de Fortaleza que para em Jijoca de Jericoacoara (município que abriga o Parque de Jericoacoara). De Jijoca, os turistas seguem de pau de arara ou jardineira para entrarem em Jeri. É a opção mais barata para quem está sozinho ou está viajando em casal. Em média, o ônibus sai por 60 reais.

A outra opção é ir numa hilux 4x4, que te busca no aeroporto, e vai direto para Jeri. Há várias empresas que fazem esse transfer. A média de preço está na faixa de 450 reais. Se você está viajando com mais de uma pessoa, é a melhor opção, porque dá para dividir, e o trajeto é um pouco mais rápido. Muitas empresas, antes de chegarem em Jeri, passam por lindas praias cearenses, pouco exploradas pelo turismo. Só que esse transfer, passando pela via costeira, já fica mais caro, em torno de 800 reais. Não fiz esse transfer pelas praias, fui direto para Jeri, mas como eu disse, se você está com mais de uma pessoa, vale a pena, pois as praias incluídas neste roteiro são lindas. O transfer passando pela via costeira também pode ser feito de Jeri até Fortaleza. Só um esclarecimento: 450 reais incluem só a ida, a volta não. Se for pela via costeira, a média de 800 reais também é só a ida.

Em Jeri, há várias pousadas, desde as mais simples até as mais modernas. Vai do gosto de cada um. Como eu gosto de fazer passeios todos os dias, eu escolhi uma pousada simples, mas bem localizada, perto do centrinho de Jeri. Se você quiser relaxar mais, curtir uma piscina, etc, também há pousadas e hotéis ótimos para isso.

Jeri é um parque ecológico muito preservado, e não se trata só de uma praia (como eu pensava anteriormente), e sim, belezas naturais situadas numa região.

A praia principal de Jericoacoara, perto da vila, tem como principal atrativo a Duna do Pôr do Sol. Esta enseada não é tão bonita como as outras atrações da região, porém, o seu pôr do sol realmente é lindíssimo. Você pode apreciá-lo do alto da imensa duna que ali se encontra, ou mesmo da praia. Aprecie pelo menos uma vez o pôr do sol de Jeri. Com certeza, você não vai se arrepender. Depois do pôr do sol, há uma apresentação de capoeira na praia, que complementa esse momento mágico.

A Praia da Malhada é um pouco mais afastada do centro de Jeri, mas dá para ir caminhando para chegar lá. A praia é linda, muito bem preservada. Não tem barracas, restaurantes, ou coisas do tipo. Dá para tomar um banho de mar maravilhoso, estender a canga embaixo dos coqueiros que tem por lá, e relaxar. Tudo é bem natural. Não se esqueça de levar água e outras coisas que forem necessárias.

A Pedra Furada é uma formação geológica realmente muito incrível. É uma obra natural da mãe natureza. Vale a pena ver, mas...tem que fazer um esforço para chegar lá. Opções: você vai caminhando da Praia da Malhada até a Pedra (em torno de uma hora e meia); ou você pega um buggy que deixa próximo à Pedra (mas mesmo assim, o buggy para num ponto que você tem que caminhar pelo menos uns quarenta minutos até lá); ou ainda, você pode ir de charrete que sobe uma espécie de serra, que para num determinado ponto, e de lá você desce, até chegar à Pedra, em torno de 10 minutos. Essa descida/subida é bem cansativa. Vale a pena, mas como eu disse, tem que fazer um esforço, e ter preparado físico.

As lagoas de Jeri são uma atração à parte. Uma dica é conhecer as lagoas Azul e a do Paraíso no mesmo dia. O roteiro também pode passar pela árvore da preguiça e pelas maravilhosas dunas do Parque de Jeri. Geralmente, o passeio da Lagoa da Torta é feito em outro dia, e o roteiro inclui mangues secos, dunas, observação de cavalos marinhos num riozinho que tem por lá, visita ao município de Tatajuba, antes de chegar à Lagoa da Torta. A Lagoa do Paraíso, atualmente, é a mais bonita das lagoas. Uma dica: se quiser ficar só na lagoa do Paraíso, negocie com motoristas de caminhonetes que ficam no centro de Jeri, pois o preço sai mais em conta. A lagoa do Paraíso é grande, por isso, se preferir mais sossego, procure o lado menos badalado da lagoa. Todas as lagoas de Jeri têm redes dentro da água. Tomar sol nas redes das lagoas de Jeri é sensacional: você vai se sentir no paraíso!

A noite na vila de Jeri é muito boa. O céu estrelado de Jeri é lindo. Há barzinhos com músicas ao vivo, lojinhas, tem o dia do forró, tem o dia do samba, etc. Você pode ir a todos os lugares a pé, pois tudo é perto. Você faz amizades, conhece outras pessoas, muitas delas de outros países (há milhares de estrangeiros em Jeri), enfim, o astral de Jeri é ótimo. As ruas de Jeri são de chão de areia, por isso, nada de saltos, só chinelinho, roupas leves, simples. Não precisa lotar a mala. Leve o básico.

Uma dica importante é levar dinheiro em espécie. As pousadas, lojas e restaurantes aceitam cartões, mas os passeios só são pagos em dinheiro. Dá para sacar dinheiro nos Correios de Jeri (mas pouco), ou em Jijoca, que tem caixas eletrônicos. Em Jeri não há caixas eletrônicos, por isso, vá preparado.

Jeri é um lugar lindo, que te conquista aos poucos, e deixa uma saudade incrível depois. Vale a pena conhecer esse pedacinho do paraíso.

Boa viagem!
759 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Descubra mais atrações e informações de Jericoacoara

Planeje sua ida