Por Editoria Férias Brasil


Um dos mais belos trabalhos artesanais do Nordeste é a renda de labirinto, tradicional no Ceará. De origem árabe, a técnica foi trazida ao Brasil pelos portugueses. A confecção exige paciência: o tecido - linho ou cambraia - é esticado em uma grade e a rendeira o desfaz em alguns trechos, criando tramas geométricas que podem levar meses para bordar toalhas de mesa, colchas, porta-copos, blusas e vestidos. 

As peças são encontradas no Centro de Turismo, um prédio tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e que funcionou como casa de detenção de 1850 a 1866. Da época, guarda a arquitetura colonial, os imensos portões de ferro trabalhados e as celas, que abrigam lojas. Aproveite para comprar também cachaça, castanha de caju e o famoso artesanato de areia colorida dentro de garrafinhas.

O Mercado Central e a feirinha noturna da Praia de Meireles são boas opções para adquirir peças em argila, palha, couro, pintura e madeira, além de redes de dormir e roupas de praia. Para um presente exclusivo, siga para o Centro de Artesanato do Ceará (Ceart), que reúne artistas de todo o estado. Boa parte das peças encontradas ali são únicas.

Mais atrações e informações de Fortaleza