Michelle Carvalho
tem 33 anos, mora em Rio de Janeiro, já enviou 5 dicas, já publicou 72 fotos.

Minhas Fotos (72)

Salvador (14), Cabo Frio (12), Foz do Iguaçu (11), Arraial D'Ajuda (9), Arraial do Cabo (9) e outras 17 fotos
  • Rua principal
    Jericoacoara
  • Pau de Arara
    Jericoacoara
  • Pracinha de Jeri
    Jericoacoara
  • Igreja
    Jericoacoara
  • Pedra Furada
    Jericoacoara
  • Lagoa do Paraíso
    Jericoacoara
  • Duna do por do Sol
    Jericoacoara
  • Duna do Por do SolJ
    Jericoacoara
  • Ilha do Farol
    Arraial do Cabo
  • Praia do Farol
    Arraial do Cabo
  • Gruta do Amor
    Arraial do Cabo
  • Gruta Azul
    Arraial do Cabo
  • Passear de barco
    Arraial do Cabo
  • Praia do Farol
    Arraial do Cabo
  • Passear de barco
    Arraial do Cabo
  • Praia do Forno
    Arraial do Cabo
  • Praia do Farol
    Arraial do Cabo
  • Aldeia Pataxó
    Arraial D'Ajuda
  • Axé Moi
    Porto Seguro
  • Toatoa
    Porto Seguro
  • Centro Histórico de Porto Seguro
    Porto Seguro
  • Trancoso
    Trancoso
  • Centro
    Arraial D'Ajuda
  • Projeto de preservação a Tartaruga
    Porto Seguro
  • Vista de tras da Igreja
    Arraial D'Ajuda
  • Memorial do Descobrimento
    Porto Seguro
  • Mucugê
    Arraial D'Ajuda
  • Quadrado Histórico
    Arraial D'Ajuda
  • Quadrado Histórico
    Arraial D'Ajuda
  • Pitinga
    Arraial D'Ajuda
  • Centro Histórico
    Porto Seguro
  • Centro Histórico
    Porto Seguro
  • Rio Trancoso
    Arraial D'Ajuda
  • Centro Histórico
    Porto Seguro
  • Igreja Nossa Senhora d'Ajuda
    Arraial D'Ajuda
  • Sábado de Carnaval
    Salvador
  • Carnaval
    Salvador
  • Carnaval
    Salvador
  • Carnaval
    Salvador
  • Bloco Meu e Seu
    Salvador
  • Camarote Oceania
    Salvador
  • Praia de Aleluia
    Salvador
  • Praia de Aleluia
    Salvador
  • Praia de Aleluia
    Salvador
  • Pelourinho
    Salvador
  • Mercado Modelo
    Salvador
  • Elevador Lacerda
    Salvador
  • Pelourinho
    Salvador
  • Pelourinho
    Salvador
  • Hotel Carima
    Foz do Iguaçu
  • Hotel Carima
    Foz do Iguaçu
  • Hotel Carimã
    Foz do Iguaçu
  • Parque das Aves
    Foz do Iguaçu
  • Parque das Aves
    Foz do Iguaçu
  • Parque Nacional do Iguaçu
    Foz do Iguaçu
  • Luau das Cataratas
    Foz do Iguaçu
  • Luau das Cataratas
    Foz do Iguaçu
  • Parque das Aves
    Foz do Iguaçu
  • Luau das Cataratas
    Foz do Iguaçu
  • Luau das Cataratas
    Foz do Iguaçu
  • Peró
    Cabo Frio
  • Peró
    Cabo Frio
  • Peró
    Cabo Frio
  • Canal Itajuru
    Cabo Frio
  • Passagem
    Cabo Frio
  • Igreja São Benedito
    Cabo Frio
  • Praia do Forte
    Cabo Frio
  • Forte de São Matheus
    Cabo Frio
  • Praia do Forte
    Cabo Frio
  • Boca da Barra
    Cabo Frio
  • Peró
    Cabo Frio
  • Praia das Conchas
    Cabo Frio

Minhas Dicas (5)

Arraial D'Ajuda (1), Fortaleza (1), Foz do Iguaçu (1), Jericoacoara (1), Salvador (1)
Praia de Mundaú - Mundaú, um paraíso recém descoberto!
Fortaleza Esteve lá com a família em Abril/2013 e achou Excelente!

Mundaú é um dos novos destinos de passeios em Fortaleza e devo dizer foi um dos passeios que mais que agradou. Diferente dos outros passeios, aqui não tem passeio de buggy e sim de catamarã, o único de todos os passeios que fiz.
Ficamos usufruindo a estrutura da Pousada das Marés, o passeio saí da praia bem na frente da da pousada e começa com um pau de arara que anda um pequeno pedaço na areia e depois segue pelo centro da vila até o Rio Mundaú onde pegamos um catamarã e passeamos pelo rio, com parada para banho e fotos. O passeio é animado ao som de forró e histórias que o guia vai contando. O rio é de águas calmas, cercado por mangues de um lado e dunas de areias brancas do outro. Lindo aos olhos.
Ao final, quando voltamos ao Pau de arara uns menininhos locais lavam nossos pés com potes de água, agradecem a visita e pedem uma ajudinha, mas eles são tão engraçadinhos com seus sotaque quem carregado e cantado que é impossível não achar graça e dar a ajudinha.
A estrutura da pousada é ótima, piscina ótima, restaurante excelente, atendimento ótimo, e o preço é ótimo visto que é o único local onde podemos fazer uma refeição. Ah o passeio pode ser pago no cartão assim como o que consumir no restaurante. A exceção fica pelo picolé e objetos da lojinha de artesanato e conveniência que só no dinheiro.
A praia é bem extensa, águas cristalinas, mornas e calmas, raridade em Fortaleza (águas calmas), tem um coqueiral ao lado da pousada. A pousada tb tem area verde. Adorei o lugar!

27 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Praia de Jericoacoara - Jeri, imperdível!
Jericoacoara Esteve lá com a família em Abril/2012 e achou Excelente!

Jeri é um lugar mágico, bem rústico. Ruas de areia, sem iluminação pública só a lua e a luzes dos estabelecimentos iluminam o lugar. Não tem carros, ônibus... só buggy e umas D20 que fazem o transporte das pessoas, alguns transporte 4X4 tb circulam na vila, mas a maioria dos carros ficam num estacionamento na entrada da vila, a vila tem apenas 5 ruas e vielas então vc anda tudo a pé na boa. Me senti muito segura na cidade, inclusive andando a noite sozinha.

A maioria dos estabelecimentos já aceitam cartão, informação que li contrária aqui e em outros locais. Mas é bom ir preparado em dinheiro pois lá não há bancos e passeios e certas coisas só no dinheiro mesmo.

Não deixem de ir ver o por do sol, fui nas duas tardes que passei na cidade e cada dia um espetáculo diferente.

Pedra Furada eu recomendo, mas haja folego, vá preparado com água e protetor solar.

Só consegui fazer um passeio de buggy, mas me disseram que escolhi certo, a Lagoa do Paraíso faz jus ao nome, não dava vontade de ir embora!

Se for de ônibus Fretcar seja precavido e compre ida e volta juntas, me informaram que não tinha problema comprar depois e eles tiraram o ônibus de domingo pela manha sem aviso, tive que voltar um dia antes senão perdia meu voo ou ia ficar 12 horas no aeroporto esperando. Fora esse problema com a empresa, tudo ok ônibus limpo, pontual, confortável. Levamos 5 horas de ônibus até Jijoca e mais 1 hora de Pau de arara ate Jeri.

Recomendo e já planejo um retorno em breve!

4 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Conhecendo Arraial por conta própria
Arraial D'Ajuda Esteve lá com amigos em Junho/2010 e achou Muito bom

Em junho de 2010 aproveitei 10 dias de férias e fui conhecer Arraial d'Ajuda, fiquei hospedada no Hostel e não tenho do que reclamar, o atendimento feito pela dona do Hostel foi de primeira, no dia que chegamos ela deu todas as dicas, apesar de já ter colhido algumas por aqui e outros sites. Disse o que valia a pena e não valia a pena conhecer, como chegar aos lugares o que me fez economizar com receptivo que usei mesmo 1 dia.

Para ir do Aeroporto que fica em Porto Seguro para Arraial eu contratei um táxi, que foi nos esperar no aeroporto e depois no levou de volta, pontual.

No nosso primeiro dia como chegamos a tarde fomos andar na vila de Arraial, conhecer a Igreja Nossa Senhora d'Ajuda e as lojinhas da Broduei e da rua Mucugê, a cidade é tranquila, quase bucólica em Junho. De dia um calorzinho e a noite frio.

Ficamos clientes do restaurante Portinha, restaurante a quilo na rua do Albergue, comida caseira com um toque baiano, muito boa a comida, o atendimento e o preço, basicamente comemos ali todos os dias.

No domingo, nosso segundo dia pegamos um ônibus e partimos rumo a Trancoso, o ônibus leva cerca de 1 hora, deixa na entrada da praia... fizemos uma caminhada para explorar o lugar, tirar fotos e nos assentamos numa barraca qualquer, o tempo estava meio ruim, ficamos um pouco comemos um petisco e fomos caminhar para o outro lado da praia, nessa hora a maré estava cheia e não conseguimos atravessar o rio, então fomos pela estrada... o outro lado estava deserto, mas me senti segura ainda assim, tiramos fotos e subimos para o Quadrado Histórico, nos deparamos com um restaurante Portinha ali e foi lá que almoçamos, depois andamos pelo quadrado, visitamos as lojinhas tiramos fotos, o visual de trás da Igreja é lindo, Recomendo esse passeio, por conta própria, sem hora de chegar e partir, só chegamos no Hostel a noite, tomamos banho, lanchamos e fomos deitar.

Na segunda decidimos ir conhecer Porto Seguro, pegamos uma kombi na porta do Hostel, pegamos a balsa e lá fomos sós, foi difícil descobrir onde pegar o ônibus para o centro histórico mas chegamos lá, estava lotado, tendo apresentação de capoeira, alguns índios vendendo produtos, várias lojinhas além das construções antigas e o visual que é espetacular.
Descemos e pegamos um ônibus rumo ao To-a-toa, nesse dia fomos conhecendo tudo então ficamos um pouquinho só almoçamos ali e depois fomos caminhando pela praia, paramos num projeto de preservação a Tartaruga Marinha, assistimos um video, umas explicações e seguimos nossa caminhada até o axé moi lá tomei um delicioso suco de seriguela para quem não conhece parece cajá, brincamos na animação e começamos nossa jornada de volta... antes de voltar para Arraial passamos na passarela do Álcool com suas lojinhas e barzinho e restaurantes... mais um dia chegamos no Hostel a noite

Na terça enfim fomos conhecer a praia do Mucugê, fomos a pé, aliás o que mais fizemos foi andar... seguimos caminhando na praia para a direita de quem chega ali as praias vão se emendando uma na outra passamos pelo Parracho (a barraca estava fechada), pela praia de Pitinga e um local chamado Lagoa Azul, antes da Praia de Taípe, ali uma dos integrantes do trio desanimou e parou na barraca eu ainda segui um pouco mais, não sei até onde exatamente cheguei. Decidi voltar pois ela havia ficado sozinha na barraca com o cara que trabalha lá.
As praias são maravilhosas, o rio corre ali por trás desembocando no mar, a água limpa, diversos arrecifes formam piscinas ondem tornam o banho de mar bem relaxante e para quem se incomoda com a água salgada é só depois ir no rio de água doce, há muitas falésias, verde, enfim praias de balneários diferente do que se vê em grandes cidades. Recomendo a fazer assim caminhando pois vai conhecendo os detalhes, descobrindo uma coisinha aqui outra ali.
Na voltamos fomos caminhando até o Mucugê e seguimos dali de kombi, tomamos banho e fomos assistir ao jogo do Brasil num bar da Rua Mucugê, almoçamos nesse bar, ali ficamos um bom tempo ao fim do jogo conversando com algumas pessoas que estavam no Hostel.

Na quarta foi o passeio que mais me decepcionei, fomos a Praia dos Espelhos, local longe demais, quase 3 horas de distância, passamos por uma fazenda de búfalos, e chegando lá apenas um restaurante, fomos já sabendo disso, mas o valor cobrado mínimo por pessoa era absurdo, sorte que a dona do Hostel nos alertou e levamos barrinhas de cereal, suco, água... a praia em sí nem é isso tudo, conheço praias com água mais cristalina do que lá. Matamos o tempo andando para variar, sentamos na areia em frente ao restaurante e ficamos ali conversando com um índio que estava vendendo bijuteria. Eu estava passando mal, tentei comprar uma coca-cola e se recusaram a vender se eu não pagasse a consumação mínima, um absurdo, pelo menos deixavam usar o banheiro. Na volta paramos na aldeia indígena que tinha no caminho e consegui comprar um coca-cola finalmente, ali tem uma lojinha onde eles vendem coisas feitas de madeiras, bem interessantes. No passeio estava incluída uma parada no Quadrado Histórico de Trancoso e aproveitamos para almoçar no Portinha, já que já conhecíamos. Nesse dia a noite saímos para ir a rua Mucugê comer uma pizza. Dos passeios que fiz esse é o que não recomendo!

Na Quinta decidimos relaxar, fomos para a praia do Mucugê, sentamos numa barraca e ficamos ali mesmo conversando, tomando sol, comemos um delicioso peixe assado na telha. Voltamos cedo pois queríamos curtir a piscina do Hostel pelo menos um dia e a noite fomos para Porto Seguro curtir a passarela do Álcool, passeamos, compramos lembranças, bebemos roska nas barraquinhas e jantamos, voltamos na última balsa na noite.

Na sexta fomos fazer o passeio de Barco para Recife de Fora... para quem nunca fez um passeio desses recomendo, eu nunca tinha feito, adorei, descer numa plataforma de recife em alto mar e poder caminhar, mergulhar com snorkel e ver peixinhos, foi um passeio maravilhoso, na volta decidimos ir conhecer o Museu do Descobrimento, que ficava ali perto de onde o barco nos deixou, muito legal, pagamos um valor simbólico de R$ 3,00 e tivemos um guia que nos explicava as coisas.

Enfim, chegou o dia de retornar para o Rio.

Não deixem de fazer uma refeição no Portinha, quem fizer vai voltar com certeza!
Usem os pés para conhecer a extensão das praias, garanto vale a pena.
Se não procuram luxo e sim conforto e bom atendimento fiquem no Hostel, é bem localizado, eu adorei!

33 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Carnaval de Salvador
Salvador Esteve lá com amigos em Março/2006 e achou Excelente!

Em 2006 tive a oportunidade de passar meu primeiro carnaval em salvador, fui com amigos para casa de parentes e chegamos uns dias antes para curtir a cidade, como era carnaval só deu mesmo para conhecer o pelourinho e a praia de aleluia, pois em salvador o carnaval começa antes, começa na quinta, nesse dia até fomos a uma praia mas não levamos máquina. enfim, fomos duas vezes na praia de aleluia e ficamos na barraca do lôro, recomendo muito, bom atendimento, bom preço, comida boa... a praia como em todo nordeste água cristalina e morna... perfeita, ainda oferece massagem, pedir mais o que? sempre ouvi dizer muito mal de salvador, que fedia, que tinha assalto, que tinha isso e aquilo... fui morrendo de medo e voltei apaixonada pelo lugar. uma energia muito boa, pessoas muito hospitaleiras, parecia que me conheciam há anos, a comida aff sou chata para comer, achei que ia passar a miojo, mas que nada... muito boa! o carnaval para quem gosta, meu deus foi uma experiência que se eu pudesse repetia a cada ano.

Passei por experiências diferentes, como ficar num camarotes open bar, muito bom.. o Oceania, mas foi tipo o dia de não curtir o Carnaval, o local para ver os trios passar era pequeno, então curtimos o camarote, salão, open bar, internet, comida liberada, show de Nando Reis e convidados, quando mostrava no telão algum trio que queria ver corria para tentar ver e depois voltava a curtir o Dj ou o show, valeu a pena, mas não ficaria num camarote assim novamente.

Nos outros dias curti os trios do play do prédio da madrinha do meu amigo, o melhor espaço que poderia curtir, bar dentro do prédio com bebida, comida tinha as barraquinhas na rua de trás, a visão super privilegiada, espaço para dançar, pular e curtir... no último dia ganhamos abada para ir no carro de apoio do Harmonia do Samba, foi o melhor do Carnaval, uma visão que poucos tem, acompanhar um bloco do início ao fim do percurso em cima de um trio vendo o povo pular, dançar, vibrar... foi uma sensação única.

Nesse ano fui a um bar chamado Ócio do Oficio fica na Barra, indico, bebida boa, preço bom, boa localização.

Conheci e me apaixonei pelo Coco Bahia, uma espécie de creperie que serve o crepe em meia lua, gratinado com queijo na borda, acompanha salada e se sobremesa recomendo o Petti Gateu de outro mundo de tão gostoso. A decoração é um bônus a delicia da cozinha, estilo rústico com chão de areia, mesas e cadeira de madeiras, com iluminação a meia luz ... super aconchegante!

8 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Passeios em Foz
Foz do Iguaçu Esteve lá com amigos em Julho/2005 e achou Muito bom

Em Julho de 2005 fiz uma visita a Foz do Iguaçu, fiquei hospedada no Hotel Carimã, um hotel que na época era 4 estrelas, segundo um funcionário só não era 5 pois não tinha uma suíte presidencial.
Eu não sou dessas que procura hotel luxuoso, procuro conforto junto a comodidade, mas como ganhei a viagem enfim não vem ao caso.

Gostei muito do hotel, bem completo com piscina, trilha, tirolesa, boate, cinema, lojinha de conveniência, restaurante excelente, um café da manhã ótimo e o mais importante um atendimento excelente. Para quem tem crianças tem o serviço de atividades durante o dia e até mesmo a noite, que alias serve para qualquer idade. O dia que fizemos a trilha um guia acompanhou a gente.

Uma dica para quem vai para Foz do Iguaçu, lá mesmo no inverno é quente. Acreditem ou não usamos a piscina do hotel em pleno mês de julho e a piscina é externa e na época sem aquecimento. Dormia com o ar ligado, coisa que não fazia nem no Rio, e segundo o guia que nos acompanhou lá é assim mesmo. Ele disse que no verão é sensação de uns 45º ou mais.

Enfim não fizemos muita coisa, fomos lógico as Cataratas, demos sorte pois havia chovido e o volume de água estava acima do normal, alias, uns dias antes a passarela estava fechada segundo informaram. É um verdadeiro espetáculo da natureza... não usei a capinha de chuva que vendem lá preferi me molhar mesmo rs... é o motivo de nas fotos estar de jaqueta.

Outro passeio que fizemos foi no Parque das Aves, achei muito legal... tem uma parte em que entramos num viveiro com diversas aves soltas, elas dão rasantes nas nossas cabeças, araras, tucanos, tudo sem grades, há também um local só de borboletas... enfim um local para se estar em contato com a natureza. Na saída tirei uma foto com uma arara no ombro, confesso que estava com medo...

No outro dia resolvemos ir até o Paraguai, afinal estávamos ali do ladinho... foi o dia das compras, o guia nos levou a uma espécie de shopping popular, la vende de tudo eletrônicos, cosméticos, similares por assim dizer enfim tinha um valor estipulado por pessoa para o caso de ser parado na fronteira na volta, o que graças a Deus não ocorreu.

Eu e uma amiga queríamos ter ido a Argentina, mas não conseguimos pois lá só entra com identidade original e eu estava com a carteira da OAB e ela com a de Habilitação que só tem validade no Brasil, não sei se ainda está assim, então fique atento e não esqueçam a identidade em casa.

6 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil