Erica
tem 33 anos, mora em São Paulo, já enviou 3 dicas, já publicou 7 fotos

Minhas Fotos (7)

Tibagi (4), Ibitipoca (3)
  • Ibitipoca/ Cachoeira Janela do Céu
    Ibitipoca
  • Ibitipoca/ Cachoeira Janela do Céu
    Ibitipoca
  • Ibitipoca/ Cachoeira Janela do Céu
    Ibitipoca
  • Tibagi
    Tibagi
  • Tibagi
    Tibagi
  • Tibagi
    Tibagi
  • Tibagi
    Tibagi

Minhas Dicas (3)

Tibagi (2), Ibitipoca (1)
Ibitipoca/ Cachoeira Janela do Céu - As belas águas de Ibitipoca!
Ibitipoca Esteve lá com a família em Fevereiro/2015 e achou Excelente!

Demais!

Na cidade de Ibitipoca, fui até a famosa Cachoeira Janela do Céu! Mais de 16 km de trilha com muita subida, mas que valem a pena cada passo. A primeira etapa da trilha é a mais íngreme. O grande primeiro objetivo é chegar até a lombada, a parte mais alta da trilha, e então iniciar uma pequena descida para subir novamente até a tão esperada cachoeira.

Para essa trilha é recomendado levar muita água e algum lanche, pois a caminhada dura cerca de 6 horas. Eu demorei 7, com paradas para descansar, tirar fotos, beber água e aproveitar a vista e a cachoeira.

E depois de andar e andar e andar... Eu cheguei! Cheguei em cima da primeira das 7 quedas da cachoeira. A vista e a água gelada são de tirar o fôlego! Ahhh, a subida também é de tirar o fôlego! Ou seja, esse passeio é para quem tem fôlego!

Vale a pena explorar os arredores da queda, pois são mais tranquilos, sem muitos turistas. O rio que vai até a queda é belíssimo. A cor da água é dourada devido a grande quantidade de matéria orgânica, o que da todo o chame ao local. A volta teve que ser rápida. Uma tempestade ameaçava cair e nessa hora ninguém quer estar molhado em cima de um morro cheio de pedras. Foi nessa hora que descobri que Ibitipoca significa montanha que estoura, ou seja, caem muitos e muitos raios na região. Todos os dias que estive lá choveu, mas na maioria, a chuva foi no final da tarde. Então novamente a dica é acordar (7h) cedo para aproveitar os passeios.

Para saber mais sobre Ibitipoca, visite meu blog! Conto a minha viagem até esse lugar incrível!
http://floresdooceano.blogspot.com.br/2015/03/carnaval-em-ibitipoca-mg.html

73 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Canyon Guartelá em Tibagi
Tibagi Esteve lá com a família em Janeiro/2015 e achou Muito bom

Canyon Guartelá

O Canyon Guartelá fica situado dentro do Parque Estadual do Guartelá, criado em 1992. Esse canyon é considerado o sexto maior do mundo em extensão e é o único com vegetação nativa.

O passeio: acompanhada de um guia, depois de algumas horas de trilha cheguei até uma pedra que possui pinturas rupestres, interessantes de se ver! E a linda paisagem do Canyon Guaterlá


Para saber mais, visite meu blog! Conto das minhas férias em Tibagi!

http://floresdooceano.blogspot.com.br/2015/03/a-pequena-cidade-de-tibagi-no-parana.html

6 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

A pequena cidade de Tibagi no Paraná
Tibagi Esteve lá com a família em Janeiro/2015 e achou Muito bom

Canyon Guartelá

Fui passar uns dias das minhas férias de Janeiro (2015) em Tibagi! Tibagi? Sim! Essa cidadezinha localizada no interior do Paraná tem 3.000km2 de mata nativa e fica a 200km da capital Curitiba. Tem muitas cachoeiras, rios e até um canyon!

No caminho de São Paulo para Tibagi comecei a estranhar a paisagem. Plantações e plantações de soja formam um mar verde. É muitaaaaa soja! E muitos milhos também!

Chegando na cidade, procurei uma agência turística para fazer o passeio guiado até o canyon.
O Canyon Guartelá fica situado dentro do Parque Estadual do Guartelá, criado em 1992. Esse canyon é considerado o sexto maior do mundo em extensão e é o único com vegetação nativa.

O passeio: acompanhada de um guia, depois de algumas horas de trilha cheguei até uma pedra que possui pinturas rupestres, interessantes de se ver mas ficam escondidas na pedra, não tão fáceis de fotografar. Com a ajuda do guia, uma foto eu consegui tirar! Rs

Passando por essa pedra, lá estava ele, o lindo Canyon Guartelá!

Depois de um breve descanso, caminhamos até outros pontos para se ver o canyon e ver também uma cachoeira que fica próxima a trilha e alguns buracos nas pedras onde o pessoal curtia algo como uma banheira de hidromassagem de água bem gelada! Rs

No dia seguinte, fui conhecer as 2 saltos mais famosos da região. São maravilhosos! Na época que eu fui, as cachoeiras(saltos) estavam vazias, sem turistas! A única companhia que encontrei nelas eram os cachorros dos donos das terras que iam te acompanhando felizes da vida. Sendo até um cão guia pelas pequenas trilhas. Minha decepção foi que no Salto de Santa Rosa não podia entrar na água devido a vários acidentes já ocorridos. Mesmo assim, valeu muito a pena!

O Salto Puxa-Nervos fica localizado no bairro de Barreiro, a 18km de Tibagi. Para chegar até lá, pedi informações ao centro turístico que me deram um mapa da cidade. Chegando ao local, fiz uma pequena caminhada até chegar no salto, tudo isso na companhia de um dog local que amava a água! Nesse salto é praticado o Rapel, porém, não quis me aventurar! Rs

O Salto Santa Rosa também fica localizado no bairro de Barreiro, a 18km de Tibagi. Esse salto é incrivelmente lindo! Para chegar até ele, também fiz uma caminhada rápida acompanhada de outros dogs locais! Rs

No terceiro dia, fui fazer uma trilha dentro da Fazenda Itáytyba. Essa trilha leva até o outro lado do Canyon Guartelá e inclui uma parada em uma cachoeira, uma visita ao museu da fazenda e um almoço muito gostoso com comidas caseiras feitas no fogão a lenha.

Esse foi um passeio em grupo, guiado por um guia da fazenda. Fomos de ônibus até os atrativos e fizemos uma trilha leve até a vista para o Canyon.
Achei um passeio muito gostoso, mas a vista que tive do outro lado do canyon foi mais bonita.

Na estrada para voltar para Tibagi consegui tirar uma bela foto das várias corujinhas que tem na região.Lindas!

17 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil