Carla
mora em Biguaçu, já enviou 2 dicas, já publicou 2 fotos

Minhas Fotos (2)

Maragogi (1), São Miguel dos Milagres (1)
  • Visita a Maceió
    São Miguel dos Milagres
  • Visita a Maceió
    Maragogi

Minhas Dicas (2)

Visita a Maceió - Maceió Inesquecível (2/2)
Maceió Esteve lá com amigos em Dezembro/2018 e achou Excelente!

Lugar lindo

(...continuação)Dia 28/12, fomos para a Ilha de Croa, onde ficaríamos no Capitão Nikolas, o local fica mais ou menos a 1h de Maceió, ficando na metade do caminho de Maragogi. 


Chegamos no horário certo no Beach club, conseguindo uma mesa frente ao mar, excelente localização, estrutura que tem redes, espreguiçadeiras, piscina adulto e infantil, ducha, e passeios de quadriciclo que levam a praia de Carro Quebrado. Sinceramente, ao comparar Carro Quebrado a Maragogi sentimos que é um turismo mal explorado... 

O ponto de apoio lá não oferece grande variedade de coisas, a venda de vidrinhos de argila desenhados no valor de R$25,00 é o triplo do preço do que encontramos na feira da Pajuçara. O local é lindo,porém mal explorado. Vale o passeio pela aventura de dirigir o Quadri. 

Saímos de lá por volta das 15h e novamente nos divertimos com nosso já amigo Jonata, na viagem de volta... Papo super descontraído onde podemos conhecer um pouco da cultura de um povo tão sofrido, mas ao mesmo tempo tão alegre. 

No dia 29/12 fomos em direção a São Miguel dos Milagres, passeio que não iríamos fazer, por insistência de Jonata, trocamos Paripueira por São Miguel dos Milagres... Valeu muito a visita.  Chegamos em São Miguel por volta das 9h ficamos no restaurante da Ritinha, restaurante a beira mar, simples porém aconchegante, Jonata já havia no dia anterior nos reservado uma mesa lá, então ficamos mais uma vez frente ao mar, bem de frente aquelas redes preguiçosas que ficam no mar.

 No restaurante nos ofereceram o serviço de Buggy e embarcamos a conhecer as praias do Patacho e Lages, também incluso a ida ao Mirante da cidade. Quem nos levou foi o bugueiro Wellington, extremamente atencioso, nativo da região, nos encantou com a beleza e simplicidade daquele povo. 

As cidades de São Miguel dos milagres e Porto das pedras são extremamente simples, porém muito simpáticas, as casas por pequeninas que fossem, eram todas muito limpas, bem pintadas, muito bonitas, e o povo sempre com sorriso no rosto. Valeu muito a pena conhecer suas belas praias, nos deliciamos com um banho de mar, na praia do Patacho, mar lindo e limpo, temperatura maravilhosa, foto garantida no coqueiro da Grazi estar Passeio que valeu a pena, retornamos 1:30h depois para o restaurante, onde pudemos deliciar do único lugar da região c cerveja extremamente gelada, fez toda a diferença na nossa visita rsrrs e nos deliciamos com farto almoço servido. 

Cada prato do cardápio servia duas pessoas, com preços extremamente justos ao que era servido. Pedimos um prato com peixe, outro com camarão, Alem disso veio arroz,feijão,salada,macaxeira frita... Comida caseira, maravilhosa com preço justíssimo, valeu muito a indicação de nosso guia. Retornamos de lá por volta das 14:30h estávamos começando a ficar bem cansados da viagem, o calor estava bem pesado... Mas valeu muito a pena, voltamos ao hotel, e fim do dia aproveitamos para começar a compra das lembranças. 

Como havíamos almoçado muito bem, não nos preocupamos com comida nesta noite, fomos a feira de artesanato da Pajuçara na saga dos presentes e lembranças, tudo muito amável, vale a pesquisa por preços, pois se diferenciam bastante.

No dia 30/12 Gilberto nos esperava as 8h para ida as praias do francês Gunga e barra de São Miguel. Na visão de meu marido, melhor passeio da viagem... E já era o último. Porém maravilhoso. Como era o mesmo guia do dia anterior já tínhamos certa intimidade com ele, nos deixou muito a vontade e pudemos conhecer um pouco de sua história, muito legal esta troca de culturas e experiências...

Chegamos a barra de São Miguel de onde saem as jangadas, nosso guia Gilberto nos acompanhou e nos deixou a vontade para decidirmos de faríamos o passeio de Jangada ou se seguiriamos de carro, optamos pelo passeio, então ele seguiu com nossos pertences de carro pela rodovia, e nós embarcamos de Jangada, para a praia do Gunga. Que passeio encantador, no meio do caminho paramos nos recifes, onde há muitos peixinhos lindos, e em seguida paramos em um bar molhado, faixa de areia no meio do mar, onde são servidos drinks e cervejas, drink de abacaxi maravilhoso, não tão barato mas a paisagem e o banho de mar compensam...

Dali seguimos viagem a praia do Gunga. Lá já nos esperava o guia Gilberto mais uma vez com uma mesa a beira mar, pesinho na água. Aqui neste dia, este serviço do guia foi muito valioso. Casais que estavam na Jangada conosco, ficaram em mesas que não se via o mar, pois a praia é bastante cheia, mas um passeio que vale extremamente a pena. 

O Gunga é uma praia com muitos ambulantes, passeios diversificados, diversas culturas e povos diferentes, amamos o dia lá, encerramos nossos passeios, e nos preparamos para voltar ao hotel, por volta das 15h, na volta por nossa opção só passamos para conhecer a praia do francês, que é a praia da muvuca, muitos guarda sol por metro quadrado, mas também é uma praia divina que vale a visita.

Chegamos ao hotel e descansamos um pouco, por volta das 17h descemos para provar o famosíssimo chiclete de camarão do Parmegianno. Vale muito a pena pelo sabor e pelo preço. Prato que dizem servir 3 pessoas, serviu nos 4 satisfatoriamente. Prato aprovadíssimo, sobremesas do local também, vale conhecer!

Aproveitamos o fim da noite na piscina do hotel, e já nos despedimos deste pedaço de paraíso.
No último dia pela manhã decidimos por não ter horário, descemos mais tarde para o café, caminhamos pela orla e compramos mais algumas lembranças deste local mágico.
Hora de arrumar as malas, as 11h em ponto, conforme combinamos lá estava o guia João Ribeiro a nossa espera para ida ao aeroporto. Sem o serviço destes guias certamente nossa viagem não seria a mesma.

Como realizamos a viagem em dois casais, sai mais atraentes do que o aluguel de carro, já que a gasolina lá na região chega a casa dos R$5,00/LT. O trânsito tem horários que muda a direção, fazem bastante blitz de lei seca, e ninguém precisa se privar de beber para depois dirigir... Sem contar as reservas de mesas que são feitas, por gentileza, não nos cobraram nenhum real a mais por estes serviços!

Fica aqui meu extenso relato de viagem, para ajudar aos que estão planejando, assim como muito fui ajudada!
Estou a disposição!

22 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Visita a Maceió - Maceió Inesquecível (1/2)
Maceió Esteve lá com amigos em Dezembro/2018 e achou Excelente!

Praia do Xaréu - Vida boa!!

Bom... A programação de nossa viagem começou em junho, quando nos juntamos a mais um casal e fechamos um pacote de 6 dias para Maceió. A partir daí começaram nossas pesquisas por tudo o que iríamos encontrar e quem poderia nos levar a encontrar as maravilhas daquele lugar.


Através de diversas pesquisas, chegamos ao nome de alguns guias da região. Pois optamos por contratar um carro já com serviço de guia(motorista), assim poderíamos conhecer e aproveitar nossa viagem sem nos preocupar com trânsito, bebida e volante...

Entre todos os contatos que fizemos, o que mais nos agradou em questão de preços e qualidade de atendimento foi o Jonata, da Jonata Tur. No primeiro contato, ele nos mandou a forma de seus serviços, seus valores, e um pequeno áudio com o que encontraríamos em cada lugar que fossemos... No áudio detalhes ricos como valores, passeios do local, o que encontraríamos, pontos positivos e negativos...

A partir destes áudios, tínhamos a base que precisávamos para escolher o que fazer, já que são muitos os lugares a conhecer e poucos dias pra isso, já que aproveitamos as férias de dezembro, e fizemos nossa viagem entre os dias 26 e 31 de dezembro.

No momento que fechamos os dias de passeios com ele, nos pediu o depósito de R$100,00 antecipados, que iriam ser descontados do valor final dos passeios,confesso que com um pouco de receio depositamos o valor, porém foi o melhor investimento de nossa viagem... Foi simplesmente incrível o atendimento que tivemos.

No desembarque já havia um rapaz enviado pelo Jonata a nossa espera para o translado do aeroporto ao hotel. Extremamente atencioso, cortês, se identificou e pediu que aguardassemos em frente a saída do aeroporto para que ele buscasse o carro e nós não andássemos no sol quente que fazia naquele dia.

Para reconhecer nossa casa naquela semana, batemos perna na praia que fica em frente ao hotel, caminhamos conhecemos um pouco dos costumes da região, e acabamos por parar em um dos quiosques de praia: Maré Mansa. Já eram umas 16:30 e havia comida fresquinha pra gente.

Conhecemos o famoso caldinho de sururu, e pedimos prato e executivo de contra filé para cada um. Os pratos saíram a R$25,00 preto justo, pela comida ofertada a beira mar e fora do horário de refeição. Saímos dali e fomos ao hotel, onde curtimos a piscina e seu por do sol(as 17:30 anoitece e bem rápido).

Curtindo a piscina, acertei os últimos detalhes com o Jonata sobre nosso primeiro passeio que seria dia 27 em direção Maragogi. Conforme combinado às 6:40h (antecipado ao combinado que era 7h) lá estava Joelson, um dos guias que trabalha com o Jonata, pronto a nos levar ao primeiro passeio.

A ida a Maragogi é um pouco cansativa, porém vale muito o passeio,cidade linda e aconchegante. Os passeios que lá fizemos, eu já havia contratado durante nossas pesquisas. As 09h chegamos em frente ao Corpo de Bombeiros da cidade de Maragogi, onde já nos esperava o bugueiro Roberto, que faz passeios de Buggy com fotos incríveis. 

Fizemos o passeio em direção ao litoral norte, onde conhecemos as praias de Burgalhau, Barra Grande, Antunes e Xaréu, a cada nova praia um tom de azul mais estonteante. Praia de Xaréu na minha opinião a mais linda de todas elas, e o atencioso e querido bugueiro nos garantiu fotos lindas que serão nossas eternas recordações, dignas de quadro rsrs o passeio dura em torno de 3h, mas tudo é feito sem pressa e a manhã passou em um piscar de olhos... 

Roberto nos deixou no restaurante onde era ponto de embarque a lancha que nos levaria as Piscinas Naturais de Maragogi, lá já estava no nosso aguardo o motorista Joelson, que tinha nos reservado um mesa de frente ao mar, serviço diferenciado. 

As 12:30 estávamos indo as piscinas, a lancha foi com nos 4, mais duas pessoas, é um serviço de mesmo valor que os catamarãs porém sai mais tarde e chega mais rápido que os catamarãs nas piscinas, dando mais exclusividade, agilidade e até segurança por deixar nossos pertences na lancha sem ninguém mexer.

Chegando lá, mal podíamos acreditar na quantidade infinita de peixes do local, é lindo, vale a pena cada segundo, passeio indispensável...

Ficamos por volta de 2h no mar, e voltamos ao restaurante ponto de apoio, lá pedimos algo para beber e tomamos caldinho de camarão que é um delícia, sacia a fome e não pesa tanto. Ali iniciamos nossa viagem de volta a Maceió, chegamos lá por volta das 17h, voltamos todos dormindo no carro, o motorista nos passava bastante confiança, e como nosso dia havia sido exaustivo, cochilamos. 

18 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil