Destinos do Brasil

Descubra mais de 550 destinos pelo Brasil

01 de Setembro de 2016

48 horas na Serra Gaúcha

Dicas de Gramado & Canela - por Jonas Caride

Construções típicas, como a igreja de São Pedro, enchem as ruas de charme Construções típicas, como a igreja de São Pedro, enchem as ruas de charme (foto: Leonild Streliaev )
Não é de hoje que a Serra Gaúcha desperta encanto naqueles que a visitam. O destino é ideal para casais apaixonados, famílias e para aqueles que desejam contato com a natureza e sentir um pouco da influência da imigração alemã e italiana na cultura, arquitetura e gastronomia dessa região tão única do nosso país.

Para uma visita típica de final de semana – 48 horas – sugiro explorar o eixo mais famoso da Serra: Gramado-Canela. Nos tópicos abaixo, faço uma sugestão de roteiro para aproveitar ao máximo o período na região. Por último, coloco algumas dicas para aqueles que tenham um pouco mais de tempo.

Sexta-feira 
Para quem chega pelo aeroporto de Porto Alegre, a dica é alugar um carro e pegar a Rota Romântica, via BR 116, em direção à Gramado. O caminho é um convite a apreciação da paisagem, sobretudo na primavera, quando as hortênsias emolduram a estrada, e no outono, onde as folhas das árvores em tons amarelados trazem um charme a mais para a viagem de cerca de 2 horas.

Chegando em Gramado, nada de descanso! Afinal, é sexta-feira! A cidade estará com suas ruas lotadas e com seu comércio aberto até tarde. Uma ótima oportunidade para dar uma volta pelas ruas do Centro, visitar as lojas de chocolate (destaque para a Lugano) e apreciar a Matriz de São Pedro. Se a noite estiver fria, vale até tirar aquela foto clássica em um dos relógios de rua com termômetro, espalhados por toda cidade. Para jantar, a Rua Coberta, também no Centro, oferece opções para todos os gostos e bolsos.

Sábado
Manhã
Sugiro começar o dia com um passeio pelo Lago Negro, um lindo parque com lago e vegetação que remete à uma paisagem europeia. Entre as opções de atividades, caminhada, passeio de pedalinho ou simplesmente comprar um chocolate quente e sentar para apreciar o local. Fique atento às apresentações de danças típicas, que costumam ocorrer nos fins de semana. Para o almoço, minha sugestão é o Josephina Café, no Centro. Além do ambiente super aconchegante, oferece comida de excelente qualidade.

Tarde
A tarde é reservada para visitar um dos diversos parques temáticos da região. Entre os principais, destaco: o Snowland, um parque de neve indoor onde é possível realizar diversas atividades, como patinar no gelo e esquiar; o Mini Mundo, que reúne miniatura das principais cidades do mundo; o Mundo a Vapor, que convida os visitantes a conhecer a história das locomotivas; e o Reino do Chocolate, que conta a história do doce mais cobiçado da Serra. Como o tempo é curto, e não dá pra ir em todos - escolha a opção que mais lhe agrada!

Noite
Gramado também é destaque no cenário cultural. Para aproveitar este lado, uma ótima opção para a noite de sábado é o espetáculo Korvatunturi. A atração fica em cartaz o ano todo. Após o espetáculo, sugiro um jantar típico italiano na Cantina Pastasciutta.

Domingo
Manhã
Para aproveitar o último dia, a dica é acordar cedo e seguir para o Parque do Caracol, localizado na vizinha Canela. No caminho, vale a pena dar uma parada no Castelinho Caracol, uma casa construída por colonos alemães e que hoje é um café, famoso pela torta de maçã.

O grande destaque dos arredores é a Cascata do Caracol, que pode ser observada pelo mirante do Parque Estadual ou pelo passeio de teleférico, cujo acesso se dá pela estrada principal, logo depois da entrada do parque. 

E se a fome bater, sugiro seguir para o Gramado Café Colonial. O café colonial é uma refeição típica da região, famoso, principalmente, pela variedade de comidas e bebidas que facilmente substituem o almoço de domingo.

Tarde
Na parte da tarde, a dica é ir ao Centro de Canela para conhecer a Catedral de Pedra, imponente igreja em estilo gótico localizada na praça principal da cidade. Para aqueles que curtem aventura, vale a pena dar uma esticada até o Alpen Park, parque de diversões que fica a poucos minutos do Centro e oferece diversão para todas as idades. Destaque para a tirolesa e o trenó alpino.

O sol começa a se pôr e é chegada a hora de comprar os últimos chocolates de lembrança e regressar para casa. Que tal um último lanche antes de pegar a estrada? A dica é uma passada na lanchonete Pasteleiro, no Centro de Gramado, para experimentar a sopa no pão. É uma delícia!

Se você tiver mais que 48 horas ou resolver dar uma esticada pela Serra Gaúcha, destaco aqui outros lugares para conhecer:
Templo Budista Khadro Ling: fica na cidade de Três Coroas, a hora de Gramado. Bela arquitetura e prática aberta ao público aos domingos.
Bento Gonçalves: destaque para os roteiros Caminhos de Pedra e Vale dos Vinhedos.
Cambará do Sul: porta de entrada para os maiores Cânions da América do Sul. Os mais famosos são o Cânion Fortaleza e o Cânion Itaimbezinho.

Fotos: Leonild Streliaev  (Catedral de São Pedro) / Jonas Caride (Pasteleiro) / Due Company Divulgação (Parque da Serra) / Vinícius Costa - Pressphoto (Snowland)

Compartilhe:

Veja também: Descobrindo Gramado

Jonas Caride

Engenheiro e um apaixonado por viagens. @jonascaride