Sabrina
tem 36 anos, mora em BH, já enviou 1 dica

Minhas Dicas (1)

Passeios de buggys - Cuidado!
Jericoacoara Esteve lá com amigos em Julho/2015 e achou Ruim

Jericoacoara não é mais a mesma. Visitei Jeri em julho de 2013 e retornei agora em julho de 2015. E o que posso dizer é que a cidade mudou muito. 


Pelo que me informei na minha primeira visita era proibida a circulação de veículos (apenas veículos licenciados podiam circular, como os de embarque e desembarque de passageiros) por uma questão de preservação ambiental, afinal Jericoacoara é considerado um parque natural e também porque os moradores da vila reclamavam das altas velocidades, barulho e a degradação da vila e da duna do pôr do sol. Achei isso tudo muito bom. Pra quem consegue chegar de carro, o que é difícil para carros comuns por ter que transitar na areia, pode deixar o carro no estacionamento que funciona 24h na entrada da cidade e pagar uma taxa diária. Na minha visita atual (julho/2015) vi que Jericoacoara tá jogada às traças. Vi um trânsito intenso de veículos e pelas informações que tive não está ocorrendo nenhuma fiscalização. Estão rebaixando os carros pra conseguirem transitar na areia e Jericoacoara está sendo degradada. Pude observar também a circulação de motos na praia em em alta velocidade próximo a duna do pôr do sol. 

Não há também nenhuma fiscalização das agências e dos prestadores de serviços de passeios. Inclusive, fui com um grupo de amigos e contratamos um passeio de buggy a Tatajuba através de uma agência credenciada, a Bemjeri. Fomos em 2 buggys, pois éramos 6 pessoas. Um dos buggys capotou e duas amigas e outro rapaz que estava no buggy machucaram, uma delas bateu a cabeça e machucou a perna e a outra os dois joelhos e uma das mãos, graças a Deus nada grave. Elas foram levadas ao centro de saúde em Jeri que não possui nenhum equipamento caso tenham que fazer algum exame e nem médicos, há apenas uma enfermeira no local. Descobrimos que o bugueiro nem habilitação possui e não faz parte da associação de bugueiros que existe em Jeri. A agência é irresponsável por oferecer serviços com uma pessoa que nem tem habilitação pra isso e a prefeitura por não fiscalizar. Fomos a delegacia e nada fizemos porque nem B.O. ela faz, pois não há posto da polícia civil. Ouvimos do policial que Jeri está largada, que o prefeito não está nem aí, que ele ganha mais assim deixando veículos circularem e não fiscalizar. 

Procuramos a Associação dos bugueiros para fazer um alerta. Vimos que eles possuem um trabalho sério, mas por não haver fiscalização, eles também ficam prejudicados, perdendo a confiabilidade. Enfim, Jericoacora não é mais a mesma e infelizmente parece que a tendência é piorar.

301 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil