Petrônio
tem 39 anos, mora em RECIFE, já enviou 2 dicas, já publicou 4 fotos

Minhas Fotos (4)

Chapada Diamantina (4)
  • Cachoeira do Buracão
    Chapada Diamantina
  • Cachoeira do Buracão
    Chapada Diamantina
  • Cachoeira do Buracão
    Chapada Diamantina
  • Cachoeira do Buracão
    Chapada Diamantina

Minhas Dicas (2)

Cachoeira do Buracão: parada obrigatória na Chapada Diamantina!
Chapada Diamantina Esteve lá com a família em Fevereiro/2014 e achou Excelente!

Cachoeira do Buracão vista por cima e de frente

Amigos viajantes,

Se forem à Chapada Diamantina, não deixem de fazer a trilha até a cachoeira do Buracão. O início da trilha é ao longo do leito do rio Espalhado. Rio de águas negras, como quase todos os rios da Chapada. A trilha é muito agradável, visual único. Ao longo do caminho, vegetação típica do cerrado e de caatinga, uma mistura que só vemos ali. Chegando perto do Buracão, alguns pequenos saltos belíssimos já fazem o aquecimento do que está por vir. Três quilômetros depois, dá para ver a cachoeira por cima. Mas não a veja ainda! Contenha a sua ansiedade, pois quem chegar nesse ponto estará prestes a ver um dos melhores atrativos da Chapada! Primeiro, temos que ver a cachoeira por baixo, e quem já foi sabe o que estou dizendo. Então, é preciso descer uma escadaria de madeira e pegar mais um trecho de trilha para ver a cachoeira por baixo. Chegando na parte baixa desta última trilha, antes mesmo de se deparar com a majestosa cachoeira do Buracão, mais uma surpresa da natureza: a cachoeira do Recanto Verde. Nossa, é uma pequena cachoeira que nasce no meio do imenso paredão de pedra que é a porta de entrada para o Buracão. Até ai, nos perguntamos: será que depois de ver tanta beleza, é possível ainda se surpreender com a cachoeira do Buracão? A resposta é sim! Já na parte baixa, temos que percorrer a nado ou escalando o paredão de pedra que dá acesso a cachoeira de frente! Finalmente, chegando de fato em frente a cachoeira, o sentimento é de felicidade e gratidão por estar naquele lugar! É difícil explicar, mas quem gosta de natureza, quando vê a cachoeira do Buracão, fica sem palavras... É preciso interagir com o lugar, sentir sua força. E que força! Após contemplar o espetáculo, hora de subir até a parte de cima da cachoeira novamente. Com muito cuidado, dá para chegar na beira do imenso penhasco circular, que dá o formato ao vale onde a cachoeira se forma. De preferência, vá com guia. Ele com certeza vai informar o melhor ponto para fotos, pois todo cuidado é pouco ao chegar na beira do penhasco. Nesse ponto, você entende o porquê da cachoeira do Buracão ter esse nome. Bom... tudo isso é um pouco cansativo, mas vale muito a pena! A cidade da cachoeira é Ibicoara. Como me hospedei em Lençóis, fiquei a três horas de viagem de lá. Sendo assim, Melhor se hospedar em Ibicoara. Andei em vários lugares do Brasil, mas este, é um que quero voltar. Recomendo muito este passeio. Agradeço muito a Deus a oportunidade de conhecer este lugar!

142 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Dicas em geral - Chapada Diamantina
Chapada Diamantina Esteve lá com a família em Fevereiro/2014 e achou Excelente!

estive entre 01/03 a 04/03 na chapada (carnaval 2014). seguem algumas dicas:
clima: em relação ao clima, os meses mais secos são entre abril e novembro. no resto do ano, chove bastante na chapada. contudo, as chuvas sempre são passageiras e o sol aparece na maior parte do dia. assim que cheguei na região, me dirigi à cidade de lençóis. chuva forte, trovoadas e raios nos assustaram um pouco. o dia amanheceu totalmente nublado. mas é normal. pouco depois o sol aparece. todos os dias em que estive na chapada foram assim, com chuva a noite toda e muitas nuvens no céu nas primeiras horas da manhã. mas o tempo muda muito. sendo assim, não há muito com o que se preocupar. fiz passeios belíssimos debaixo de muito sol. porém, aconselho verificar a previsão do clima, pois se optar por fazer os passeios muito cedo, há risco de chuva nos períodos mais úmidos.
época para visitar: é aconselhável evitar ir até a chapada nos feriadões. os passeios ficam lotados e as filas de espera são inevitáveis. cheguei a perder um dos passeios, pois a fila dava voltas. também nos meses de chuva mais forte, alguns atrativos não podem ser visitados, pois o nível da água e a força da correnteza impossibilita aproximação a pé e interrompe alguns acessos de veículos.
onde ficar: se for a chapada para ficar pouco tempo, ficar em lençóis é uma boa opção. muitas agências, hotéis e guias turísticos estão à disposição. porém se for ficar mais tempo, é melhor verificar o local de cada passeio e escolher a cidade mais perto. por exemplo, aos poços azul ou encantado, cachoeiras do buracão e fumaçinha, ficam mais perto de mucugê e ibicoara. Para visita às grutas, pai inácio, fazenda pratinha e poço do diabo, ficar lençóis é uma boa opção.
contrate uma agência: ir à chapada é uma experiência única. para quem nunca foi, não vale a pena querer bancar o esperto e tentar fazer as coisas por conta própria ou contratar pessoas sem procedência. contrate serviços de traslado e passeios organizados por uma agência. muita gente quebra a cara por querer economizar. a chapada não é para principiantes. tem que estar sempre acompanhado por quem conhece bem a região, pois o parque é um lugar isolado e de difícil acesso. fiz passeios com um grupo de 04 pessoas e acredito ser o ideal. as agências podem fechar um pacote com 04 pessoas mais 01 guia (veículo, passeio e alimentação inclusos), daí, o grupo fica livre para fazer os passeios num tempo menor e a ordem dos passeios pode ser otimizada.

35 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil