O que ver e fazer

Passear de jipe

Já esteve lá? Envie suas dicas
Tour envolve natureza e cultura
Divulgação - Eya ParatyENVIE SUAS FOTOS
Tour envolve natureza e cultura
  1. Tour envolve natureza e cultura

Passear de jipe

Por Editoria Férias Brasil

A riqueza cultural de Paraty não está apenas no seu centro histórico. Espalha-se por suas praias desertas, floresta, vilas de caiçaras, quilombos e tribos indígenas.

Para juntar toda essa diversidade, a pedida é um passeio de jipe. O tour começa pelo Saco do Mamanguá. São oito quilômetros de uma faixa de terra que entra pelo mar, com dois quilômetros de largura. A área é habitada por oito comunidades caiçaras. A chegada pode ser feita a partir de Paraty-Mirim, de barco. Apesar de não ser uma ilha, não há estradas, apenas trilhas.

Depois de uma hora curtindo as nas praias do Saco do Mamanguá, o destino é o Quilombo do Campinho, às margens da BR-101, entre Paraty e Ubatuba, litoral de São Paulo. Cerca de 550 pessoas, de 150 famílias, vivem na comunidade, onde não há cercas e nem muros. Lá, plantam seus próprios alimentos, fazem artesanato e contam histórias. 

Para o almoço, uma opção é o Restaurante Quilombo do Campinho, com pratos tradicionais à base de frutos do mar, farofa de banana da terra, palmito... O passeio termina com visita a uma tribo indígena.


Outras atrações em:

Descubra mais atrações e informações de Paraty

Planeje sua ida