Destinos do Brasil

Descubra mais de 550 destinos pelo Brasil

07 de Novembro de 2018

O que não levar na viagem

Ficou em dúvida sobre aquela peça ou acessório? Deixe pra trás!

Praia, piscina, livro e cenário espetacular Praia, piscina, livro e cenário espetacular (foto: Rogério Monteiro - Embratur)
Em tempos de cobrança para despachar mala e bagagem de mão limitada a 10 kg, deixar alguns itens para trás na hora da viagem é essencial. Ainda mais levando em conta os recentes reajustes das companhias aéreas nacionais no caso de excesso de peso.

Na hora de fazer a mala, vale ficar atento a detalhes que fazem a diferença na hora de garantir uma bagagem dentro dos limites e padrões estabelecidos. Diversos apetrechos – considerados fundamentais, mas que não são! - merecem ser deixados em casa. 

Entre eles estão os acessórios de banho como secador de cabelo, shampoo, condicionador e toalha. Em geral, são produtos fornecidos pelos hotéis e pousadas. Mas caso não estejam disponíveis em locais como casas alugadas, é fácil adquiri-los no destino.

Descendo do salto
Outro item que pode ser melhor selecionado é o sapato. Em geral, dois pares são suficientes para o roteiro de férias.  E nada de calçado novo, que pode machucar os pés. 

Esqueça o salto na Rua das Pedras!Esqueça o salto na Rua das Pedras! (foto: TurisRio)

Salto alto, além de ocupar muito espaço, costuma ser usado em poucas ocasiões - isso quando é usado. Um exemplo sobre salto são as cidades de Búzios (RJ) e Arraial d´Ajuda (BA) - embora tenham noites animadas, que até combinariam com sandálias poderosas, a melhor pedida é investir nas rasteiras e sapatilhas. Em ambos os balneários, as ruas costumam ser de parelelepípedo. No caso de Búzios, o nome da rua mais famosa já diz tudo: Rua das Pedras! O mesmo vale para Jericoacoara (CE), onde os acessos são de areia! Ali, só as havaianas salvam!

Escolha sapatos de cores neutras, que combinem com as roupas. As peças, aliás, devem ser selecionadas a partir de uma pesquisa relativa ao clima da região no período da viagem e das atividades planejadas para serem realizadas por lá. 

Na dúdiva, não leve!
Aposte em acessórios “coringa” para valorizar o look, mas sem exageros. Ninguém precisa trocar de brincos ou colar todos os dias, muito menos de bolsa! No quesito maquiagem, invista no básico, nos produtos do dia a dia. Deixe de fora tudo aquilo que ficar em dúvida sobre levar ou não. Provavelmente, você não vai usar!

Seja prático – tente substituir os livros por um e-book (ou levar apenas um livro) e invista em carregadores compatíveis entre os aparelhos como celular, tablet, kindle, ipod... em geral, funcionam em voltagens de 110 e 220V. Compre um bom adaptador de tomada para evitar surpresas. Existem modelos mundiais com entrada compatível em praticamente todos os países. 
Compartilhe:

Jornalista, adora viajar e descobrir novos lugares. O que não impede de voltar àqueles por onde andou...