Bruna M.
tem 26 anos, mora em JOAO PESSOA, já enviou 2 dicas.

Minhas Dicas (2)

João Pessoa (1), Pipa e Tibau do Sul (1)
Pipa/Tibau do Sul - explicando o básico!
Pipa e Tibau do Sul Esteve lá a dois em Julho/2012 e achou Excelente!

A primeira coisa que preciso dizer é que passei apenas 2 dias em Pipa, mesmo assim, resolvi partilhar as dicas para que os marinheiros de primeira viagem não sofram como eu sofri, catando dicas na internet e sem conseguir se orientar.

Pipa é uma praia (assim como Leblon é praia do Rio, Ingleses é de Floripa, Tambaú é de João Pessoa) do município de Tibau do Sul.
A diferença é que ela se desenvolveu tanto, com comércio local, que virou uma mini-cidade, tanto que seus cidadãos pleiteiam a emancipação.
Deixando o lado histórico de lado, é importante saber que Pipa fica afastada de Tibau (onde se encontram hotéis maravilha como lagoa eco resort, girassóis) e isso influencia no seu passeio. Por que? Porque fica a 10 km, mais ou menos, do centro de Pipa onde têm restaurantes, bares e boates. Portanto, se você quer badalar, escolha algum hotel no centro de Pipa (Pipa ocean view, pipa village, pousada tartaruga, pousada da ladeira são alguns nomes que recordo de lá).
A distância pode parecer pequena durante o dia, mas a estrada é estreita e à noite não possui iluminação alguma (fica a dica, Prefeito!), tendo alguns trechos bastante sinuosos e sem acostamento algum!
O OKA da Mata (lindissimo!) fica próximo ao centro, mas não fica de frente parar o mar, ainda tem que pegar carro. A pé, não se vai.
A primeira coisa que recomendo, portanto, é pegar um mapa de Tibau para se localizar.

No sentido de quem está de frente para o oceano, as praias se localizam assim:

Tibau - Cacimbinhas - Madeiro - Currais - Praia do Amor (Afogados) - Chapadão

Praias:

Madeiro - melhor praia pra pegar sol! pegue o carro (infelizmente), transfer do hotel ou vá a pé (pegue um papelzinho com a tábua das marés no hotel, mas nem sempre dá pra confiar, talvez um dos barqueiros ou corretores que vendem passeio de barco acabem te dando a informação mais certeira, que foi o meu caso). Da praia do Madeiro dá pra ir a pé (maré baixa) para praia dos Currais (que é onde fica a baía dos golfinhos), dá pra nadar perto deles e não precisa pegar barco. Acho essa dica útil, porque nem todo mundo tem estômago para andar de escuna, né?

Currais - é a praia dos golfinhos! Ao contrário da praia do madeiro, não vi escadaria nesta para descer. Pode ser que esteja enganda, mas o acesso é por barco, a pé, indo pela praia do centro ou pela praia do Madeiro.

Praia do Centro - é zunzunzun de barcos, gente, música e barzinhos. A maré, quando baixa, forma piscininhas naturais e, mesmo não estando totalmente baixa, é agradável para banho. Se quiser fugir do zunzun, caminhe para o lado esquerdo da praia e você vai achar cadeiras (tipo estiradeira) para alugar.

Praia do Amor - fica depois da praia do centro, de mar agitado. É ponto para surfistas.

Chapadão - logo depois da praia do amor, parada obrigatória para fotos. Devo mencionar que em cacimbinhas (praia depois da praia do madeiro), também possui um chapadão, mais próximo para quem está hospedado em tibau e que possui uma vista lindíssima.

Cacimbinhas - fiquei hospedada nesta Praia, no Pipa Privilege (excelentes quartos, café da manhã deixa a desejar). Apesar de o hotel ser de frente para o mar, não me senti tentada a dar um mergulho, por o mar ser mais agitado (considerando que eu moro em João Pessoa, que, via de regra, não possui fortes correntezas, e a maior altura de onda, nas praias urbanas, é de 2,0 metros em lua cheia e olhe lá)

Tibau - não tive o prazer de ir a Tibau, mas o recomendado é ver o pôr do sol na Lagoa dos Guairas no Hotel Marinas e fazer passeio de caiaque.

Comer:

Crepes - tem umas 4 creperias na rua principal, sendo a Aruman mais em voga atualmente, por ter ganho o prêmio de melhor crepe pela terceira vez. O ambiente é agradável, lembra um pouco a arquitetura grega, então impossível não notar. Mas acabei preferindo comer no Fases da Lua, o preço de ambos é semelhante (aliás, em termos de alimentação, não tive tempo de descobrir lugares diferentes, vou ficar devendo), os crepes variam de 14 a 20 reais, tendo salgados e doces. Comparado ao Sudeste (Buzios, especificadamente), não achei a alimentação tão cara, tava esperando coisa pior.
Ah, e preferi o fases da Lua pois tinha mais opções de sabores salgados (como carne seca!)

Almoço - almocei no restaurante/pousada da lua. fica de frente para o mar (tem que descer uma ruazinha para chegar nele), o prato era 59,00 (peixe grelhado) para duas pessoas, servindo muitíssimo bem! Os preços em todos os restaurantes que passei eram em média de 40 a 80 reais. Como disse, não tive tempo de futricar para divulgar achados como self services mais em conta, ficarei devendo.

Balada - barzinhos na rua principal ficam tocando música, o movimento começa a partir das 22hs. Há a famosa boate Calango, que tdo mundo (exceto eu) que vai em Pipa, visita. fica a dica para os baladeiros.

Passeios

De barco - chegando na rua principal ou mesmo nos barzinhos da praia do centro, corretores vão te abordar para vender os passeios. Então não é de nenhuma complexidade e nem precisa agendar previamente (em baixa temporada). O preço que pagamos foi de 30 reais, mas uma amiga chorou e conseguiu baixar para 25 (com 2 pessoas, parece pouco, mas viajando em família, pode fazer diferença)

Além do passeio de barco, tem:

Caiaque
Buggy pelas praias próximas
Tirolesa, Arvorismo


Os preços variam de 30 a 250 reais, a depender do passeio, distância (por ex, se vai até João Pessoa, Natal), tendo empresas que fazem combos (tirolesa, arvorismo e caiaque por 70 reais)

Bom, essa é a versão básica para quem vai pela primeira vez a Pipa.
São muitas coisas para fazer! Passei 2 dias, saí de lá achando que não fiz nada e querendo voltar logo.
Por enquanto, é só! Na próxima viagem, farei o Pipa/Tibau - Nível Intermediário.

368 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

JPA para experts =)
João Pessoa Esteve lá com a família em Janeiro/2012 e achou Excelente!

Sou de JPA, então me torno suspeita para falar.  Mas minha família está sempre recebendo parentes que vem de outros Estados para nos visitar, o que nos torna experts em dicas para os visitantes de primeira viagem.  A melhor época pra vir pra JPA é janeiro. mas se vc quer dias de sol, sem risco de chuva, novembro, dezembro e março são os seus meses.

Vida Noturna:

Em primeiro lugar, JPA não é cidade de baladas, como Recife, Natal, Fortaleza, conforme já foi relatado.
Nosso forte é a culinária, tanto que já virou bordão dizer que aqui só se sai para comer.
Mas se você quer sair, durante todo o ano há programação do Chopp Time, no Bessa, (quartas, quintas e sábados), com música sertaneja, pagode, ao vivo. Geralmente as melhores bandas da região, que valem a pena conhecer e se divertir, tocam lá como Forró das Minas e Alaursa (esta última toca axé e pagode). Público mais jovem.
No Felini, há o forró do Turista. Confesso que nunca fui lá, desde que se tornou bar, mas é movimentado o ano todo, fica na orla do Cabo Branco e o público (pelo menos durante o ano) é mais maduro.

No mais, John People (musica ao vivo), Bessa Grill (música ao vivo), além do já mencionado Chopp Time são as opções mais frequentes dos nativos.
Durante o mês de Janeiro, há o Fest Verão com bandas da bahia (asa, chiclete, ivete) e outros generos, sendo pago (ingresso de 40 - pista - a 100 reais - camarote); a Estação Verão (shows na praia e no centro nos fds. só pra mencionar, em janeiro de 2012, tivemos shows de: Monobloco, frejat, lulu santos, lenine, jorge aragão... tudo isso gratuitamente!!).

Pontos turisticos

em JPA:

1. Centro:
vale a pena conhecer a praça joao pessoa
a igreja sao francisco (que, reza a lenda, possui um tunel ligando ao forte de cabedelo)
o pôr do sol no hotel globo
a lagoa (à noite, de fato, é mais bonita)
a praça antenor navarro

2. Praias urbanas

Tambaú: muitos restaurantes, feirinha, calçadão, quiosques, hotéis novos na praia fazem dela o ponto mais procurado. De fato, aqui, diferentemente do RN e CE, o Ministerio Publico é atuante e proíbe que as barracas se instalem em terreno de marinha e destruam a mata nativa. por isso, vcs nao encontrarão barracas a beira mar.
De lá, não deixe de pegar o passeio pra picaozinho.

Cabo Branco: a linda praia do cabo branco possui calçadao, pista de ciclismo, restaurantes e lanchonetes excelentes. Não deixe de visitar a empadinha barnabé (se tiver crianças ou adolescentes), é ponto deles no verão.

Manaíra: Geração Saúde de JPA se encontra lá, sobretudo no V2 (quiosque onde fica uma escola de windsurf), além de gente bonita, os pastéis e os sucos (apesar de serem da polpa, são deliciosos). Tem vários outros quiosques de gente sarada nesse mesmo estilo ao longo da praia. no final da orla, vc ainda encontra o Mag Shopping, onde vale a pena visitar o Real Botequim, à noite, pelos petiscos.

O Mangai fica neste bairro também. é um restaurante famoso pela culinaria regional e variada (tem mais do que cuscuz e tapioca, alias, pra comer tapioca ou escondidinho de macaxeira, melhor deixar pra feirinha em frente ao hotel tambau)

Bessa: é onde funciona a vida noturna pessoense. barzinhos da moda estao lá. a cachaçaria dona branca merece uma visita, apesar do atendimento deixar a desejar as vezes. das 16h as 20hs (salvo engano), há o happy hour, com descontos de 20% a 50%. petiscos, pizza, bebida, td lá é mt bom. e no verão fica lotado de domingo a domingo.

Em todas essas praias, das 05 as 08h da manhã, a pista (duas faixas ou apenas uma) fica fechada para carros e os pedestres e ciclistas comandam.
devo ressaltar que é nisso que JPA se destaca frente a Natal, Recife, as duas mais próximas.
Tem-se praias urbanas limpas, com mar calmo e calçadão livre a beira-mar.
Maceió e Aracaju também ostentam as mesmas características e sao lindíssimas!

2. Litoral Norte

Cabedelo:

Camboinha: é a jurere da PB. a praia é calma e vale o passeio pra areia vermelha (banco de areia que aparece quando a maré baixa) e de lá seguir pra prainha e forte velho.
Pôr do sol na Praia do Jacaré: tem que irrrrrrr e chegar cedo! pra andar na feirinha que tem mts artigos legais (mais do que em tambaú) e ainda rola um forrózinho ao vivo.

Muitos turistas fazem o passeio que vai de areia vermelha direto pro pôr do sol, descendo num dos bares que fica no estuario. o ruim é que quando desce, já tá escurecendo e vc n vai aproveitar tanto da feirinha local. fora que camboinha e areia vermelha merecem 1 dia todo, se n quiser passar o dia em alto mar, tem o bar do marujo e o mão branca (famoso pelo caranguejo). nessa praia, os barzinhos, ainda, nao foram removidos.

Forte de Cabedelo: é uma construção histórica que vale a pena conferir. sugiro que saia do hotel as 15hs, passe no forte e de lá vá pra por do sol na praia do jacaré.

Litoral norte:
Em lucena, peça pra ir mais ao norte, onde fica o condominio Victory, lá o mais é mais limpo, tem bancos de areia. Mais ao norte, há o encontro do mar com o rio miriri. A igreja da guia, ao sul do ponto acima mencionado, é ponto histórico da comunidade que merece ser visitado.

Litoral sul:

Tire um dia durante a semana pra ir pra Pousada Aruanã, na praia de Carapibus, eles cobram 20 reais por pessoa a entrada, podendo usufruir da piscina. parece besteira, mas quando chegar lá e ver a vista e a pousada, corre o risco de querer se hospedar e não voltar.

Vale a pena ir em Tabatinga, Coqueirinho e Tambaba. Mais do que isso, o passeio pode se estender demais (com volta beirando a noite. lembre-se que em JPA, as 18hs, já escurece).

toda essa programação é feita no prazo de 5 a 7 dias. se ficar mais, estenda a visita a Pipa(RN) ou Olinda (PE), fizemos isso com nossos parentes e eles amaram.
Bom, era isso que eu tinha pra falar da minha cidade.
tem muito mais coisa pra ver e conhecer, mas aí só escrevendo um guia, que não é minha especialidade.
haa, sim. e se quiser provar o melhor rocambole de chocolate, procure a casa do sertão, que fica no bairro dos Estados. vale a pena comprar um pedaço, levar pra casa e ficar lembrando como foi bom visitar JPA.

589 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil