Em 2010, quando completou 420 anos, a cidade histórica ganhou um belo presente: a Praça de São Francisco foi eleita Patrimônio da Humanidade pela Unesco. E não era para menos: construída na época em que Portugal e Espanha eram governados pela mesma família real, a praça tem traços arquitetônicos e urbanísticos de influência espanhola, além de ser contornada por diversas construções barrocas dos séculos 17 e 18. Um charme!

Não volte para casa sem degustar os briceletes, biscoitinhos finos que também são patrimônio local


Quarta cidade mais antiga do país e capital do estado do Sergipe até 1855, São Cristóvão promete a atrair ainda mais visitantes, que costumam fazer passeios de um dia a partir de Aracaju. 

Além da praça e seus arredores, o município abriga igrejas e museus que guardam alguns dos mais ricos acervos de arte sacra do Brasil, além de belo casario. 

Comece o passeio - ou melhor, a viagem ao passado - pelo Centro Histórico, mas precisamente pela praça da Matriz. Depois de apreciar a Matriz de Nossa Senhora da Vitória, de 1608, siga para a Praça de São Francisco para conhecer o Museu Histórico, o Museu de Arte Sacra, que funciona no Convento de São Francisco; e a igreja de Nossa Senhora da Visitação (1607).

Herança: Construções coloniais adornam ruas e praças<br>
Herança: Construções coloniais adornam ruas e praças
Foto: Setur SE
O tour pode seguir para a rua do Rosário, onde está a igreja do Rosário dos Pretos, de 1645 e; em seguida, para a rua das Flores, endereço da igreja de Nossa Senhora do Amparo. Termine na Praça Senhor dos Passos, onde fica a igreja de mesmo nome, também conhecida como Carmo Pequeno.

Porém, não volte para casa sem degustar e encher a bolsa com os deliciosos briceletes, os doces oficiais de São Cristóvão. Os biscoitinhos finos são produzidos e vendidos no orfanato do Lar Imaculada Conceição, na Praça São Francisco.

Mais informações sobre São Cristóvão

DDD 79

Distância de Aracaju
23 km - acesso pela BR-101