Escondida entre a capital Florianópolis e Balneário Camboriú – dois concorridos destinos do verão catarinense – Bombinhas chama a atenção pela natureza preservada. Com praias e vegetação de mata Atlântica por quase todos os lados, a cidade tem rígidas regras ambientais que impedem a degradação e garantem paisagens limpas mesmo na temporada, quando recebe cerca de dez vezes sua população fixa, que gira em torno de nove mil habitantes.

Águas Cristalinas: Piscinas naturais atraem turistas de todas as idades -
Águas Cristalinas: Piscinas naturais atraem turistas de todas as idades - Foto: Thiago da Silva Araújo

Reserva do Arvoredo é um dos melhores pontos de mergulho do Brasil

É na alta estação que Bombinhas, literalmente, pega fogo, atraindo brasileiros de diversos estados e muitos argentinos que chegam em busca de suas praias - das movimentadas Bombinhas e Bombas às tranquilas Zimbros, Morrinhos e Canto Grande.

O público jovem toma conta de Quatro Ilhas, cenário dos luaus e de onde avista-se as ilhas de Arvoredo, Galés, Deserta e Macuco. O arquipélago, que compõe a Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, é considerado um dos melhores pontos de mergulho do Brasil, com águas transparentes, exuberante vida marinha e naufrágios.

Diversas trilhas repletas de bromélias e orquídeas - entre elas a Laelia purpurata, símbolo de Santa Catarina – levam a mirantes naturais como o Morro do Macaco, a 150 metros de altitude e que descortina o mais belo pôr do sol da região; e o Eco 360º, que revela cada recanto da cidadezinha de apenas 36 quilômetros quadrados.

Colonizada pelos açorianos, Bombinhas mantém as tradições através da gastronomia à base de caldeiradas de frutos do mar e pirões; e do folclore, sempre presente nas festas religiosas. As manifestações folclóricas podem ser apreciadas ainda no Parque Ambiental Família Schurmann, um espaço que combina ecologia, cultura e educação ambiental.

Descobrindo Bombinhas Guia completo por Editoria Férias Brasil

Em destaque > O que ver e fazer

E mais

Planeje sua ida