As lembranças dos tempos áureos do café estão preservadas em Vassouras, conhecida no século 19 como a Cidade dos Barões. No Centro, a pracinha principal é emoldurada por construções coloniais que abrigaram a Casa de Câmara e Cadeia (1849), a residência do Barão de Ribeirão (1860) e a Casa de Cultura (1844). Também a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, erguida em 1846, faz parte do cenário. Não deixe de visitar a Casa da Hera, uma chácara com objetos de época, como um piano francês de 1856.   

Festival do Vale do Café leva música para toda a região

  
A história continua na área rural, através das fazendas onde era produzido o "ouro verde". Muitas estão abertas à visitação - com direito à lanche típico -, mediante agendamento prévio. Merece destaque a Cachoeira Grande, de 1820, repleta de relíquias como o piano alemão de 1803, os quadros peruanos e as vitrolas. 

Já a Cachoeira do Mato Dentro (1874) exibe na sala de jantar a mesa original, com capacidade para 40 pessoas. A Secretário faz o estilo neoclássico, com pinturas de 1830 nas paredes. 

Museu Casa da Hera: Passado dos Barões e muitas histórias<br>
Museu Casa da Hera: Passado dos Barões e muitas histórias
Foto: Salles
Em julho, as construções urbanas e rurais tornam-se palco para o Festival do Vale do Café. O evento tem intensa programação musical, com ritmos que vão do clássico ao samba, passando pelo chorinho e bossa-nova

Há apresentações também nas praças, igrejas e fazendas das cidades vizinhas, como Barra do Piraí, Valença, Piraí e Mendes.

Descubra as atrações e informações de Vassouras

Planeje sua ida