Para muitos, Valença é somente a porta de entrada para Morro de São Paulo, um dos mais cobiçados destinos da Costa do Dendê. A pequena cidade, porém, merece uma visita. No Centro, coloridos sobrados e construções coloniais do século 18 enfeitam as ruas de pedras irregulares e a avenida às margens do rio Una. Já a igreja de Nossa Senhora do Amparo, erguida na parte alta do município em 1757, guarda mosaicos de azulejos portugueses e descortina vista panorâmica da região. E tem ainda a Matriz do Sagrado Coração de Jesus, repleta de imagens sacras dos séculos 18 e 19, as ruínas da antiga fábrica de tecidos...

Ponta do Curral tem areias claras e vista para o farol de Morro de São Paulo


Valença também tem praias, embora afastadas. Guaibim, a 19 quilômetros, é extensa e pontilhada por pousadas - as melhores da cidade -, quiosques e casas de veraneio. Boa para caminhadas e esportes náuticos, tem ondas em alguns trechos. 

A 22 quilômetros fica a deserta Ponta do Curral, que exige ainda 15 minutos de caminhada. Paradisíaca, tem areias claras e finas, águas mornas e vista para o farol de Morro de São Paulo. 

Praia de Guaibim: Extensa, é salpicada por quiosques e pousadas -
Praia de Guaibim: Extensa, é salpicada por quiosques e pousadas - Foto: Murilo André Bolsoni
O banho de água doce também é garantido na região. Na Área de Proteção do Candengo, a nove quilômetros de Valença, quatro quedas d'água de destacam na paisagem emoldurada pela mata Atlântica. A reserva abriga ainda espécies variadas de aves e animais, além das ruínas da primeira hidrelétrica da Bahia, datada de 1908.

Mais informações sobre Valença

DDD
75

Informações turísticas
Tel: 3461-8610

Distância de Salvador
133 quilômetros - acesso pela BA-001