Embora esteja a menos de 30 quilômetros de Porto Seguro, a vila Santo de André é garantia de sossego e rusticidade o ano inteiro, até mesmo no verão. Distrito de Santa Cruz Cabrália, o povoado é uma enseada formada pelo encontro do Rio João de Tiba com o mar, sendo acessível somente por balsas.

João de Tiba: Para chegar à vila é preciso cruzar o rio<br>
João de Tiba: Para chegar à vila é preciso cruzar o rio
Foto: João Ramos - Bahiatursa

Passeios de barco levam aos corais de Araripe e de Coroa Alta

A proximidade com o rio faz das praias da região, que ficam ao Norte de Porto Seguro, as menos azuis do Sul da Bahia. O fato, porém, não tira o charme de Santo André, que oferece como recompensa os cenários emoldurados por coqueirais, vegetação nativa de mata Atlântica e recifes que formam piscinas naturais.

Apesar do isolamento e da falta de postos de gasolina e caixa eletrônico, por exemplo, o vilarejo oferece aconchegantes pousadas, além de agradáveis restaurantes. Também é destino indicado para a prática da pesca oceânica de marlin azul, sendo considerado um dos melhores lugares do mundo para a atividade.  

Mesmo pequenina - a vila tem apenas uma rua principal -, Santo André oferece bons passeios em seus arredores.  São tours de jipe pelas praias, mergulhos nos corais de Araripe e de Coroa Alta e caminhadas que levam a escondidas aldeias indígenas.

Descobrindo Santo André Guia completo por Editoria Férias Brasil

Em destaque > O que ver e fazer

E mais