Relatos de Viagem (87)

Enviadas por quem já esteve lá | Já esteve lá? Envie suas dicas
Dicas em destaque Mais recentes
Todas as categorias
Minhas Dicas Preciosas!!
Usuário sem foto
Dica enviada por raquel
Esteve lá com amigos em Junho/2011 e achou Bom

Vou contar detalhadamente a minha viagem para Salvador. Para escolha do hotel eu entrei no site do Booking e fiz algumas pesquisas, até porque eu queria um hotel bom e barato, escolhi um que fica bem no Pelorinho que se chama Solar dos Romanos R$80,00 a diaria casal c/ café da manhã. Um casarão reformado, perto do Elevador Lacerda, Mercado Modelo e outros Pontos turísticos. Nossa janela tinha uma paisagem deslubrante bem de frente a Baía de Todos os Santos. 


Café da manhã variado, os donos pegaram a gente no aeroporto sem cobrar p/ isso, andamos de ônibus para todas as praias R$ 2,50 a passagem, não vá para a praia da Ribeira( suja e cheia de marginais),a da Barra e muito boa, mas muito cheia, o farol tem uma vista linda vale a pena tirar algumas fotos, como estávamos hospedados no Pelourinho pegamos um onibus R$2,50 até a rodoviaria da cidade que fica de frente ao shopping iguatemi e pegamos um onibus R$7,50 ate a praia do forte, linda, limpa, tem um vilarejo, lojas, projeto tamar, vale a pena,fomos ate o mercado modelo e lá atraz do mercado tem um casarão azul aonde pegamos uma lancha R$3,50 até a Ilha de Itaparica. 25 minutos + ou -, a lancha balança muito, vá preparado para ficar enjoado no barco. 

Chegamos lá pegamos uma condução até a Praia da Ponta da areia, praia bonita e deserta, a ilha é linda, bem grande, não tem pedintes, tem uma churascaria bem na entrada da cidade no mar grande, barata e com frutos do mar, tem uma queijadinha R$1,00 deliciosa, vale a pena pechinchar nas lojas que ficam um pouco de fora do pelourinho, eu mesma achei um macacão lindo por R$ 35,00 parece de grife, malha bonita e estampa maravilhosa, meu marido e músico e comprou vários instrumentos musicais mais baratos do que no DF. 

Eu sei que passamos 7 dias não gastamos muito dinheiro comendo do bom e do melhor, há e não aceite pagar pelas cadeiras na praia, isso e um abuso até porque você está consumindo, Salvador e uma cidade antiga, precisa de várias melhorias( limpeza,segurança etc) até porque a maioria vive de turismo. 

Em quase todas as praias que fui não tinha quiosque, apenas vendedores ambulantes. 

246 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Vale a pena!
Usuário sem foto
Dica enviada por Marcos
Esteve lá a dois em Março/2010 e achou Muito bom

Estive em Salvador e adorei! Uma das melhores viagens que já fiz.

Importante: Táxi é muito caro, dependendo da localização do seu hotel, compensa alugar um carro. Se a sua passagem for pela GOL, você tem 50% de desconto na Unidas, vale a pena conferir. Salvador é uma cidade muito bem sinalizada e a população em geral nos dão dicas corretas de como chegar em tão lugar.

Dique do Tororó: é um parque com uma lagoa e no centro dela as esculturas dos Orixás. Não tem nada demais, não compensa.

Pelourinho: conforme postado aqui, o assédio é muito grande em cima do turista. Eles vão querer colocar as fitinhas do Bonfim e colares em você de qualquer jeito, falam que é de graça, mas depois te cobram. Fuja disso, não aceitem! As baianas e o pessoal da capoeira cobram pra tirar fotos com eles, cuidado! No dia que eu fui, a região estava limpa, não tinha mal cheiro como algumas pessoas afirmam. O Museu Casa de Jorge Amado é interessante. Vale a pena.

Mercado Modelo: centro de artesanato local, o preço é bom, mas pechinchem que fica melhor. No 2º andar, algumas coisas estão mais baratas. Próximo dali tem o Restaurante Havanna, 14 reais o quilo, comida muito boa.

Forte de São Marcelo: Imperdível, boa parte de nossa história está ali. Usado para proteger a capital no século XVI, serviu de parada para Dom Pedro e para protege-lo de Napoleão, foi presídio para Cipriano Barata e Bento Gonçalves.

Igreja do Bonfim: um pouco longe, mas muito bonita. Compensa.

Praias: Achei a praia de Stela Mares suja e cara. A praia de Piatã é mais limpa, tem mais gente, e mais barata. Cuidado com os donos das barracas, alguns cobram taxas para você sentar nas cadeiras (isso mesmo, me cobraram 5 reais por cadeira, mesmo eu consumindo lá, insisti e não paguei), no outro dia em outra barraca queriam me cobrar 5 reais a mais como taxa de garçom além dos 10%. Fique esperto! A praia da Barra e Ondina são as que têm pior estrutura, faltam banheiros, é superlotada e quando a maré sobe (por volta de 14h) a faixa de areia fica estreita e você precisará ir embora. È mais freqüentada por pessoas locais.

Praia do Forte: Fica a 55 km ao norte de Salvador, praticamente todo o acesso em pista dupla. Você vai pagar um pedágio de R$ 4,60 por carro na rodovia (ida e volta), mas compensa demais. Lá, você poderá conhecer o projeto Tamar, projeto da Baleia Jubarte, o Castelo Garcia D'Ávila e as praias é claro. Quando a maré abaixa (por volta de meio dia,) forma-se piscinas naturais, você verá peixes de várias cores e tamanhos nadando ao seu lado; nos recifes de corais, você verá filhotes de siris, polvo, lagosta, peixes, esponjas... É sem dúvida o melhor passeio, Imperdível.

335 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Não voltarei, mas vale visitar pelo valor histórico
Usuário sem foto
Dica enviada por viviane
Esteve lá com a família em Abril/2012 e achou Ruim

Estive em salvador em abril/2012 e vive momentos desagradáveis.
cidade e praias abandonadas , sem apoio e infra estrutura para os turistas, ficamos a merce de encontrar anjos e graças a deus encontrei uma pessoas hiper especial que tornou minhas férias agradaveis. Senhor Gilberto, um senhor de bom coração e conheçe as armadilhas e a beleza (descuidada) da cidade , ele foi o responsavel pouca parte agradavel, Tour historico e preciosas dicas.

Visite o centro histórico, senhor do bonfim, farol da barra , mas cuidado existe pessoas de rua desagradaveis, que mas parecem com sanguessugas.
Ir a salvador e deixar de lado o passeio ao projeto tamar e as praias do norte é loucura. Encanto de lugar! Cuidado as praias de itapua até farol da barra, agua viva (caravela), não há aviso e nenhuma dica em sites.

piores momentos vividos, minha mãe teve contato e vivenciamos o descaso e despreparo (Gmar placafor) dos bombeiros, hospitais e do povo em grande maioria nada hospitaleiro. Eu turista, gritando por socorro pelas ruas e policiais e bombeiors nada fizeram.

Salvador, uma cidade que jamais voltarei, porém vale a pena (com cautela e serviço traslado) visitar e conhecer o valor história e as belíssimas praias e cidade do litoral norte, uma outra cultura e povoado!!!!

62 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Dicas
Usuário sem foto
Dica enviada por CARINA E ROGERIO
Esteve lá a dois em Abril/2011 e achou Ruim

Se você puder, alugue um carro para circular por Salvador. A cidade é bem sinalizada, não há como se perder, mas cuidado com os motoristas, ao meu ver são os mais estressados, mal o sinal abre e a mão na buzina é geral, dar sinal para fazer alguma conversão é algo que não existe, você precisa manter uma boa distância dos outros para evitar qualquer acidente e não vamos esquecer dos ônibus que voam.

O Mercado Modelo tem de tudo, você pode barganhar um precinho melhor, alguns comerciantes concedem, outros não. Camisetas de Salvador, chaveirinhos e algumas outras lembrancinhas tem o mesmo preço que no Pelourinho, mas compre dentro do Mercado é mais seguro.

Vá ao Rio Vermelho a noite e coma uma acarajé da Dinha, é uma delícia, mas chegue mais cedo, é muito cheio. O estacionamento fica cada vez mais difícil com o passar das horas e em momento algum você fugirá do flanelinha.

Vá a todos pontos turísticos para pelo menos registrar as imagens dos locais, mesmo que em alguns pontos vc se decepcione com o que vê.

Não espere muita simpatia do povo de lá. Eu particulamente tinha a certeza de encontrar um povo receptivo e alegre, me enganei feio, com pouquíssimas exceções, o turista acaba se sentindo um intruso.

Vá até a sorveteria da Ribeira, é um pouco difícil de chegar lá, mas vale muito a pena, os sabores são maravilhososssss.

A igreja do Bom Fim é parada certa, vá até lá, faça uma foto em frente a todas aquelas fitinhas do Bom Fim,visite a igreja que é belíssima.

Reserve apenas um dia, no máximo dois para ficar em Salvador, depois disso siga para a Praia do Forte, Imbassai, Itacimirim, Garajuba, ou então vá para outro lado como o Morro de São Paulo. Assim, você poderá ter uma vigem muito melhor.

44 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Dicas de quem foi
Usuário sem foto
Dica enviada por Debora Alves Espinosa
Esteve lá com a família em Fevereiro/2012 e achou Bom

Estive em Salvador no Carnaval de 2012 e adorei! Foi meu primeiro Carnaval em Salvador e a vontade é de retornar todo ano.

Em relação ao Carnaval, eu acreditava ser praticamente impossível passar o carnaval na pipoca e para minha surpresa o carnaval lá é bem organizado e com muito policiamento, o que não quer dizer que se pode ir despreocupado(porta dinheiro com celular, câmera e dinheiro é item obrigatório bem escondido debaixo da roupa).

Se retornar no próximo ano com certeza irei de pipoca, mas pra quem quer ir de camarote os melhores estão localizados no morro do gato (via folia e skol) onde os trios ficam parados mais tempo ou nos camarotes das atrações que quiser ver, como por exemplo o camarote do nana onde o chiclete com banana pára por uns 10 min para cantar.

Em relação ao turismo local, realmente o que dizem o tempo inteiro é verdade. A cidade é bem perigosa. Aonde quer que vá se pode perceber pessoas na espreita esperando uma oportunidade para assaltar os turistas. Os moradores e as pessoas que trabalham por lá sempre dão o alerta quando percebem que você é turista ou quando vêem alguns destes suspeitos. Eu quase fui assaltada 3 vezes mas como sempre estou alerta consegui escapar. Uma delas foi no Rio Vermelho próximo às barracas famosas de acarajé onde assim que atravessei a rua percebi uma movimentação estranha de alguns caras conversando e logo em seguida vieram na nossa direção e simultaneamente mais dois vinham de outra direção. Voltamos rápido e atravessamos a rua de volta e eles desistiram. Acabamos desistindo do acarajé. Os outros dois episódios ocorreram no pelourinho próximo ao elevador Lacerda.

Se parar para observar de longe vai ver que é sempre igual: algúem pára para ver a vista da baía de todos os santos ou para tirar foto e alguem encosta perto para assaltar ou também é muito comum você estar parado em algum lugar e alguém encosta para pedir dinheiro conversando nornalmente e se, você virar para trás, verá que outro encosta perto por trás de você e aí é assaltado. O mais importante é olho vivo o tempo inteiro, sempre de olho nas pessoas a sua volta e não se distrair tanto com a paisagem como todo turista típico faz.

Em relação aos pontos turísticos:
Dique do Tororó: é um parque com uma lagoa e no centro dela as esculturas dos Orixás. É um ponto só para parar e tirar uma foto. Nada mais.

Pelourinho: conforme postado aqui, o assédio é muito grande em cima do turista. Eles vão querer colocar as fitinhas do Bonfim e colares em você de qualquer jeito, falam que é de graça, mas depois te cobram. Fuja disso, não aceitem! As baianas e o pessoal da capoeira cobram pra tirar fotos com eles, cuidado! A observação mais importante: certifique-se de quais ruas tem policiamento,pois nem todas as ruas do pelourinho fazem parte da ronda oficial da PM. Nestas é possível andar tranquilo, mas nas que não são policiadas ocorrem a maior parte dos assaltos. Normalmente tem um cavalete da PM marcando os locais onde pode andar tranquilamente. Na dúvida pergunte a um PM quais são as ruas de guarda deles ou a algúem confiável como no projeto Olodum.
Mercado Modelo: centro de artesanato local, o preço é salgado. Nunca mais vou lá. É tudo caro, vende as mesmas coisas em todas as barracas e o preço é padrão. Além disso a cidade baixa é muito suja.

Igreja do Bonfim: um pouco longe, mas muito bonita.
Praias: Foi o que me surpreendeu mais pois as praias do centro (Barra, Porto da Barra, ondina) são mais limpas que as mais afastadas como Stella Maris e Flamengo. A Porto da Barra foi a mais bonita mas a água lá é mais gelada que nas outras.

Praia do Forte: Fica a 55 km ao norte de Salvador, praticamente todo o acesso em pista dupla. Você vai pagar um pedágio de R$ 4,60 por carro na rodovia na ida e na volta (o pedágio vai para R$ 9,30 no final de semana e nos feriados), mas compensa demais. Lá, você poderá conhecer o projeto Tamar, projeto da Baleia Jubarte, o Castelo Garcia D'Ávila e as praias é claro. Quando a maré abaixa (veja a tábua das marés pois a praia só tem seus encantos na maré baixa) forma-se piscinas naturais, você verá peixes de várias cores e tamanhos nadando ao seu lado; nos recifes de corais, você verá filhotes de siris, polvo, lagosta, peixes, esponjas... É sem dúvida o melhor passeio, Imperdível. Se não conseguir a tábua das marés a regra básica é ir nas luas cheia e nova.

Também não esqueça de ligar antes para o Tamar para saber se vai ter abertura de ninho no dia e vale muito a pena pois ocorre em dias ocasionais até abril(varia pois depende das tartarugas nascerem sozinhas no dia anterior para mostrar que o ninho pode ser aberto). É possível então ver as tartarugas nascendo e acompanhar a soltura dos filhotes no mar em seguida (a soltura não é no projeto, é na praia e qualquer um pode assistir mas a visita ao projeto vale muito a pena, além de ter uma função social e ambiental). Espero ter ajudado a todos!

77 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Salvador - Generalidades
Usuário sem foto
Dica enviada por Gabi
Esteve lá a dois em Março/2011 e achou Muito bom

Bom pessoal, dei várias dicas aqui e esta é minha última, um resumão... rsrs

Voltei ontem de Salvador.
Salvador é um lugar que se tem que ir uma vez na vida, isso é fato! Porém a cidade tem muito a melhorar.
No Pelourinho, Elevador Lacerda e Mercado Modelo me senti muito insegura. Andávamos correndo, sem olhar muito para os lados...
Estivemos lá no aniversário da cidade, teve um show da Ivete Sangalo (abertura de sua nova turnê), entrada gratuita, mas como era ao lado do Mercado Modelo não tive coragem de ir.
Por lá não andamos de táxi nenhuma vez, somente do aeroporto/hotel/aeroporto que contratamos um carro com motorista (transfer). Tem muitas empresas e linhas de ônibus.
Me hospedei na Barra, que em minha opinião é o segundo melhor lugar para hospedar-se.
Na Barra tem ônibus para tudo que é lugar.
A Praia do Forte (quase 2 hs de viagem de ônibus, indo da Barra) é um lugar fascinante...
Se eu retornasse à cidade, me hospedaria na Praia do Forte e iria 1 único dia ao centro de Salvador; começaria pelo Pelourinho, depois Elevador Lacerda, Mercado Modelo, pegaria um ônibus para Barra, conheceria o Farol e voltaria para a Praia do Forte.

Valeu a pena sem dúvida, mas Salvador tem muito a melhorar!

Boa viagem !

114 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Roteiro - Vale a pena conhecer!
Usuário sem foto
Dica enviada por
Esteve lá a dois em Dezembro/2011 e achou Muito bom

Quando li as dicas confesso que fiquei assustada, mas agora eu posso falar minha opinião, em Salvador tem muitos pedintes, os garçons de toda a orla da Barra dos restaurantes: (Caranguejo Sergipe, Jõao) é péssimo, parece que vc está pedindo pão velho, toda a hora tem pessoas querendo colocar a fitinha em vc, apenas fale não e obrigada, eles não insistiram, se pretende tirar fotos com as baianas e o grupo de capoeira após precisará pagar.

Os passeios são imprencidivéis: Farol da Barra R$ 12,00 cada, Pelourinho (ensaio do Olodum todas as terças R$ 60,00 cada incluso camiseta), tirar foto na parte de cima do elevador lacerda, próximo a praça da Sé, passar um dia em Itaparica (praia de ponta de areias e esticar em Vera cruz e conhecer a praia de Penha), comer no restaurante Ki Mukeka, alugar carro com o Silvio da Vinny Rent a Car.

Não perder tempo na fila do elevador, é abafado não tem vidro é igual elevador de prédio antigo e se for para Morro de SP passar pelo menos 2 dias.

43 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

A verdade sobre Salvador, sem cortes
Usuário sem foto
Dica enviada por Be
Esteve lá a dois em Abril/2009 e achou Muito bom

Já fui a Salvador umas 20 vezes, arrumei namorada lá, ia a cada 2 meses e casei com ela. Portanto, posso dizer que conheço bastante e posso dar uma opinão imparcial, pois não sou baiano (todos os baianos são apaixonados por Salvador, quase cegos).

Salvador é a maior favela do Brasil: uma maioria pobre, miserenta, vivendo alegre e em harmonia com uma minoria rica. Portanto, se vc for pra lá, junte-se a eles! Dance conforme a música:

- Não vá ao Pelourinho, Mercado Modelo, Elevador Lacerda, e demais pontos turísticos vestido como a minoria. Vá como a maioria, vá igual a eles: sem camisa, de bermuda, sem relógio, sem nada! Caso contrário, será importunado e talvez assaltado, como li em diversos depoimentos aqui neste site.

- Valorize a mistura dos povos. Vá a praia do Porto da Barra, a única legal dentro da cidade (as demais bonitas ficam a 40 minutos de carro) e curta a maior mistura popular que vc terá visto: gringos, brasileiros, pobres e ricos, numa praia pequena e linda, água limpa.

- O melhor de Salvador está a uma hora de estrada: Praia do Forte, Itacimirim, Guarajuba, Imbassaí, Costa do Sauípe, etc. O que o carioca e o paulista sonham em ter, Salvador tem. São quilômetros de praias desertas (ninguém mesmo!) repletas de coqueiros, bons restaurantes, a apenas 1 hora de carro e sem trânsito. Pegue uma boa pousada, fique 2 a 5 dias. Depois disso você vai entender porque quase todo baiano viaja final de semana. Ficar em Salvador final de semana não vale a pena com o paraíso tão perto.

- Carnaval: acho que todos devem ir antes de morrer. Você pode amar ou odiar, mas viva essa experiência! Graças a Deus fui aos 20 anos, depois aos 22 e nunca mais deixei de ir. Foi paixão ao primeiro trio. Carnaval é minha vida há quase dez anos (micaretas, DVD's, etc.). Virei fã.

- Comida: questão de gosto, portanto minha opinião não vale nada. Eu adoro a comida baiana, regada a frutos do mar e temperos!

403 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Má impressão
kate
Dica enviada por kate
Esteve lá com a família em Maio/2012 e achou Ruim

Estive com minha mãe em Salvador no mês de maio, e ao chegar ao aeroporto já fomos surpreendidas com taxistas clandestinos invadindo o aeroporto em busca de clientes. Passeando pelo Farol da Barra, fomos importunadas inúmeras vezes por pessoas querendo amarrar a fita do Senhor do Bonfim no nosso braço.. No dia seguinte, chegando ao Pelourinho, a mesma coisa. E ainda tem guias querendo oferecer seus serviços de caráter duvidoso o tempo todo. O Pelourinho é um lugar agradável, bonito, e muito limpo.

Tem muitos policiais em toda parte. Descendo o Elevador Lacerda, vejo a cena mais feia da minha vida. A Praça Cairu, que fica em frente ao Mercado Modelo, é cheia de pedintes, ciganas, barracas, é horrível. É bonita a visão da Baia de Todos os Santos, principalmente no por-do-sol. Mas as pessoas não são nada hospitaleiras, ao contrário, cobram por tudo, enfim, não tem como se sentir bem nessa cidade. Vale a pena conhecer Arembepe, em Camaçari (onibus R$3,75), a Ilha de Itaparica (barco R$4,00) e claro, a estrela da região: Praia do Forte (onibus a R$5,95). A comida é muito boa, principalmente no Caranguejo do Sergipe, na Pituba. Mas não pretendo nunca mais voltar nesse lugar.

39 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

Salvador - Decepcionada!
Marcia Ramos
Dica enviada por Marcia Ramos
Esteve lá a dois em Outubro/2013 e achou Péssimo

Salvador foi uma decepção para mim.
Infelizmente senti como se estivesse em uma terra de ninguém:
.Sem infra-estrutura para receber os turistas;
.Sem policiamento adequado;
.Ruas e avenidas sujas e mal cuidadas;
.Monumentos históricos e prédios sujos e pichados,sem manutenção(O único conjunto arquitetônico bem cuidado que observei foi a Primeira Faculdade de Medicina do Brasil,no Pelourinho,com a fachada pintada e bem cuidada).
.Vendedores agressivos,sem falar nos inúmeros pedintes e pessoas de rua,além dos drogados por toda parte.
.A famosa praia de Itapoã com aglomerados de pau no lugar de quiosques com cachorros e pombos disputando lugar na areia...não preciso dizer mais nada...ah...tenho mais uma coisinha a dizer:Fui assaltada na praia do Farol da Barra em plena luz do dia...já chega né?!!!

17 pessoas acharam esta dica ÚTIL ou MUITO ÚTIL.
Qual a sua opinião? Pouco útil Útil Muito útil

< 1 2 3 4 5 6 >
Mostrando 11 a 20 de 87 dicas sobre Salvador