Paulistas, israelenses, cariocas, holandeses... no sobe-e-desce da rua do Mucugê, seja na volta da praia ou no rolé noturno, a mistura de povos e origens dá o tom ao Arraial d´Ajuda. Com tanta gente diferente - visitando ou ficando de vez - a vila reuniu com charme as influências dos quatro cantos do mundo. Tem loja indiana, bar baiano, restaurante tailandês... tudo, porém, respeitando natureza - as coloridas construções têm pouquíssimas paredes e as árvores fazem parte da decoração.

Pitinga: Praia é uma das mais charmosas da região<br>
Pitinga: Praia é uma das mais charmosas da região
Foto: Léo

Quiosques agradáveis e falésias coloridas conferem astral exclusivo à praia da Pitinga


Separada de Porto Seguro pelas águas do rio Buranhém, Arraial foi, por muitos anos, acessível apenas através de travessias de balsa. Hoje, uma estrada de asfalto liga a vila ao restante do mundo.

Apesar da facilidade, pouca coisa mudou por lá - e o que mudou foi para melhor: o charme que começava a ser perdido em fins dos anos 90 foi recuperado com as melhorias na rua do Mucugê, que ganhou calçamento e muitos bares, restaurantes e lojas de bom gosto.

O fuso horário continua o mesmo: o comércio só funciona no final da tarde e a noite só esquenta depois da uma da manhã. 

No quesito praias, o charme continua intocado na Pitinga, mais afastada do centrinho, com bares, pousadas e barracas respeitando o estilo rústico e tropical da vila.

Já na praia do Parracho, o burburinho só faz aumentar a cada verão. Para quem quer sossego absoluto, o destino é Taípe, a praia mais selvagem de Arraial, na metade do caminho para Trancoso. Emoldurada por gigantescas falésias coloridas que chegam a 45 metros de altura, tem trechos desertos e mar de ondas fortes - mas que forma deliciosas piscinas na maré baixa.

Descobrindo Arraial D'Ajuda Guia completo por Editoria Férias Brasil

Em destaque > O que ver e fazer

E mais

Planeje sua ida